As Melhores Empresas Pagadoras de Dividendos para este ano

16806
Maiores Maiores Pagadoras de Dividendos

Se você é do tipo de investidor que gosta de fazer seu dinheiro render mais, pode estar se perguntando quais as melhores ações para receber dividendos neste ano

Os dividendos são uma parte do lucro que as empresas distribuem aos seus acionistas como forma de remuneração. 

Por isso, quando você investe em empresas que são boas pagadoras de dividendos, consegue obter rentabilidade com seu investimento, sem precisar vender suas ações, assim você consegue aproveitar todo potencial dos juros compostos para atingir seus objetivos. 

Se você está procurando as melhores ações para receber dividendos neste ano, leia este artigo até o final para saber onde investir o seu dinheiro.

Empresas que devem pagar bons dividendos neste ano

Antes de falar quais as melhores ações que pagam dividendos neste ano, é importante ressaltar que não é possível ter plena certeza do que vai acontecer no futuro, ou seja, não dá para saber exatamente qual será o dividendo de cada empresa no próximo ano. 

Isso porque o pagamento de dividendos depende de algumas variáveis como lucro da empresa e o quanto ela realmente destinará para essa finalidade e isso só poderemos saber quando o ano acabar e a empresa definir como distribuirá seus lucros. 

Porém, fazendo uma análise do histórico de distribuição de dividendos de algumas empresas que costumam distribuir proventos constantemente é possível definir quais ações podem ser boas apostas para este ano se o foco é o recebimento de dividendos

Veja algumas algumas opções de ações que podem render bons dividendos, segundo relatório da XP Investimentos. 

AES Tietê (TIET11)

A primeira da lista de ações que podem pagar bons dividendos é a AES Tietê (TIET11), empresa do setor de geração de energia elétrica. 

Muitas vezes você vai se deparar com as empresas do setor de energia entre aquelas que distribuem os melhores dividendos. 

Essas empresas são consideradas defensivas, pois contam com parte de sua receita contratada, o que garante maior previsibilidade nos resultados, além disso a margem do setor também é mais alta se comparado a outros setores da economia.  

No caso da AES Tietê, segundo os analistas da XP Investimentos, a perspectiva é que de o dividend yield em 2021 seja de 8,67% considerando o preço de fechamento do dia 10 de dezembro de 2019. Isso porque, segundo a análise, a companhia deve distribuir em 2021 cerca de R$ 1,18 por ação em dividendos. 

A companhia possui lucros consistentes o que ajuda na projeção positiva, mas o resultado pode ser afetado dependendo do volume de chuvas. 

A AES Tietê costuma distribuir 100% de seu lucro aos acionistas com periodicidade trimestral. 

Taesa (TAEE11)

Outra empresa ligada ao ramo de energia que entra na nossa lista é a Taesa, negociada com o ticker TAEE11

A Empresa atua no setor de transmissão de energia elétrica que também conta com certa previsibilidade, além disso a receita é corrigida pela inflação e as margens são elevadas o que garantem um fluxo constante de pagamento de dividendos. 

Além desses pontos fortes citados a Taesa ainda possui a vantagem de distribuir uma parte muito grande dos lucros aos acionistas. No últimos anos o payout da companhia esteve na casa dos 90%.

Ou seja, a empresa distribui quase todo seu lucro aos seus acionistas como forma de remuneração. 

Segundo análise da XP, a projeção é que em 2021 a empresa distribua cerca de R$ 2,44 em dividendos por ação. 

Nada mal, não é mesmo?

SA CTEEP (TRPL4)

Além da receita fixa corrigida pela inflação e das altas margens o que garantem um fluxo mais estável de dividendos, a CTEEP, como destacam os analistas da XP,  ainda conta com recebimento um forte fluxo de caixa. 

Aliando esses fatores a ao fato de empresa distribuir cerca de 75% do lucro aos seus acionistas a perspectiva é de que no ano que vem os dividendos da TRPL4 sejam de R$ 1,89, o que representando um DY de 8,49%, considerando o preço de fechamento da ação no dia 10 de dezembro de 2019 (R$ 22,26). 

CEMIG (CMIG4)

A política de dividendos da CEMIG, que atua no setor de geração de energia, prevê distribuição de 50% do lucro da empresa aos acionistas. 

Ademais, as ações preferenciais da companhia (CMIG4) tem preferência no recebimento de proventos com dividendo de, pelo menos, 10% do seu valor nominal de R$ 5 por ação ou de 3% do valor do patrimônio líquido das ações. 

Para próximo ano, a XP Investimentos estima um pagamento de R$ 0,74 por ação. 

Engie (EGIE3)

A Engie é mais uma empresa do setor de geração de energia que entra lista. A perspectiva é de que neste ano a companhia distribua R$ 3,51 em dividendos aos seus acionistas. 

Considerando o valor de fechamento no dia 10 dezembro o DY projeto para ação EGIE3 em 2021 é de 7,42%. 

A Engie se destaca, segundo a XP Investimento, por ter uma elevada capacidade de proteger da alta incidência de chuvas e também por ter expandido sua atuação para os setores de transmissão de energia e distribuição de gás. 

Sanepar (SAPR11)

Variando um pouco de setor, a quarta empresa da lista das ações com melhores projeções de dividendos neste ano é a Sanepar  (SAPR11) que atua no setor de saneamento. 

A política de distribuição de dividendos da empresa prevê pagamento de 25% do lucro como forma de remuneração aos acionistas, além de 25% adicionais caso a situação financeira permita, o que acontece com frequência desde 2012. 

Nesse cenário, a XP estima que em 2021 a empresa distribua incríveis R$ 5,17 em dividendos por ação. Considerando o valor de fechamento da ação no dia 10 de dezembro (R$ 92,79) a projeção é de um DY de 5,57% em 2021.

Copasa (CSMG3)

A Copasa que atua no setor de saneamento básico possui uma política de distribuição de dividendos de, pelo menos, 25% e de, no máximo, 50% do lucro. 

Nesse sentido, as projeções da XP são de que no ano que vem a empresa distribua cerca de R$ 2,94 em dividendos por ação. Considerando o valor de R$ 68,71, preço de fechamento da ação no dia 10 de dezembro o DY estimado para a CSMG3 em 2021 é de 4,27%.

Além disso, caso as condições de endividamento sejam cumpridas, existe a possibilidade de de distribuição de dividendos extraordinários. 

BR Distribuidora (BRDT3)

A BR distribuidora, empresa do setor de distribuição de combustíveis possui baixo endividamento o que favorece o fluxo de pagamento de dividendos. 

Além disso, para os analistas da XP, a companhia ainda se destaca pelos relevantes recursos provenientes do acordo com a Eletrobras e pela antecipação de recebíveis da Amazonas Energia de R$1,4 bilhão em setembro de 2019. 

Nesse cenário, o dividendo estimado para a BRDT3 em 2021 é de R$ 2,06. Considerando o valor de fechamento da ação no dia 10 de dezembro (R$ 27,24) o DY estimado é de 7,56%. 

Gerdau (GGBR4)

Segundo relatório da XP, siderúrgica Gerdau se destaca por possuir exposição geográfica diversificada, inclusive a companhia possui operações bastante relevantes fora do Brasil. 

Essa diversificação, segundo os analistas, possuem impactos positivos e permite uma nível de fluxo de dividendos mais consistente. 

A política de pagamento de dividendos da Gerdau prevê distribuição de, no mínimo, 30% do lucro líquido com periodicidade trimestral. 

Segundo a XP, o valor estimado para distribuição em 2021 é de R$ 1,02 o que gera um DY de 5,77% considerando o valor de fechamento das ações GGBR4 no dia 10 de dezembro que ficou em R$ 17,67. 

Klabin (KLBN11)

A Klabin atua nos setor de celulose, além dos segmentos de papéis e embalagens. Este último garante uma melhor resiliência para a empresa, por isso, garante um fluxo de dividendos mais consistente. 

Mesmo assim é preciso estar atento ao setor de celulose que confere à empresa maior volatilidade em decorrência do câmbio e do preço da commodity no mercado. 

A política de distribuição de dividendos da Klabin prevê repasse de, pelo menos, 25% do lucro líquido ajustado aos acionistas. 

Mas vale destacar que a companhia tem hábito de distribuir um valor superior, referente a 20% do Ebitda Ajustado da empresa com periodicidade trimestral. 

Nesse sentido, o dividendo projetado para a KLBN11 neste ano é de R$ 0,78, o que gera um DY estimado de 4,27% em 2021 considerando o valor de fechamento da unit no dia 10 de dezembro. 

O que é melhor receber dividendos mensais ou receber valores maiores com uma periodicidade maior?

Se você tem o intuito de viver de dividendos, a primeira ideia que pode surgir é procurar por empresas que pagam dividendos mensais certo?

Porém, embora seja uma boa ideia procurar pela maior frequência de pagamento, em muitos casos pode ser mais interessante optar por opções que paguem um valor maior, mesmo que o pagamento seja feito com uma periodicidade menor. 

Isso porque, muitas vezes as ações que pagam dividendos mensais distribuem valores muito pequenos,o que pode não ser suficiente para cobrir gastos ou mesmo para reinvestimento. 

Além disso, a soma de todos os dividendos distribuídos no final do período pode ser menor do que o de uma empresa que paga dividendos semestrais, por exemplo. 

Na hora de escolher onde investir para receber dividendos, um bom indicador é o Dividend Yield que apresenta a relação entre o valor pago pela empresa em relação a cotação do ativo. 

Para saber se o DY é atrativo ou não, você pode fazer uma comparação com a taxa Selic

Em geral, os investimentos em renda fixa costumam apresentar retorno muito próximo da taxa de básica de juros, por isso, os investimentos ações precisam gerar um retorno maior para serem considerados bons. 

Afinal, os investimentos em renda fixa são indicadores para qualquer investidor e ainda possuem grau de risco menor. Nesse sentido, a projeção de retorno dos investimentos em ações deve superior, para compensar o maior risco. 

Conclusão – Melhores ações para viver de renda

Investir em dividendos é uma ótima maneira de gerar renda passiva para fazer seu capital crescer ou mesmo para viver de renda. 

Não é à toa que cada vez mais investidores têm procurado investir em dividendos. 

Mas você deve prestar muita atenção  na hora de montar sua carteira de investimentos em dividendos, é importante selecionar boas empresas que possuam um fluxo de pagamentos constante. 

Para escolher as melhores ações para investir em dividendos em 2021 você deve avaliar:

  • Setor no qual a empresa atua
  • Indicadores da companhia em questão
  • Perspectivas futuras para o negócio
  • Endividamento
  • Risco de mercado
  • Histórico de pagamento de dividendos
  • Política de distribuição de proventos
  • Entre outros

Fazer esse tipo de análise pode demandar um bom tempo, mas avaliar com cautela cada empresa onde vai investir pode te ajudar a alcançar os melhores resultados. 

E você, já escolheu as empresas que pagam bons dividendos para sua carteira em 2021? 

Se ainda não, conte para mim o motivo, quem sabe não posso te ajudar a montar uma carteira de dividendos rentável e diversificada para você fazer seu dinheiro crescer em 2021.