Você certamente já ouviu falar de Warren Buffett, principalmente se é alguém que tem interesses no mercado financeiro. Afinal, o bilionário é tido como o maior investidor de todos os tempos. 

Além de maior acionista, Buffett é presidente da gigante Bershire Hathaway, uma das companhias mais bem sucedidas do mundo. 

Com o empresário à frente dos negócios, a companhia passou de um pequena tecelagem para uma das cinco maiores empresas dos Estados Unidos, em valor de mercado. 

Nessa linha, ao longo das mais de cinco décadas em que Warren atuou como CEO da Bershire Hathaway, o retorno médio das ações da companhia foi de algo em torno de 21%. 

Isso representa um retorno, duas vezes maior do que o retorno médio maiores Bolsas de Valores do mundo, que gira em torno de 9% ao ano. E quase o dobro do desempenho médio anual da do índice S&P500, que representa o desempenho médio das 500 maiores empresas americanas.

Segundo a lista de pessoas mais ricas do mundo da revista Forbes, a sua fortuna era de US$ 84 bilhões em 2018. Como a maior parte desse valor está em ações, os valores mudam constantemente. 

Com todo esse sucesso no mundo dos investimentos, não só em ações, mas também em empresas de capital fechado, Buffett atingiu um lugar de prestígio na lista dos maiores investidores da história. Aliás, possivelmente, é ele quem ocupa o primeiro lugar. 

Nesse cenário, seus ensinamentos ultrapassam as barreiras e estão sempre ajudando investidores de todas as idades do mundo inteiro. 

Portanto, se você está tentando atingir o sucesso no mundo dos investimentos em ações, não pode deixar de conhecer algumas dicas desse grande investidor. 

Por isso preparamos esse artigo com os 11 Mandamentos de Warren Buffett para investir na Bolsa

1 – Invista em empresas desvalorizadas 

O mercado é dominado por movimentos especulativos, o que faz com que muitas pessoas esqueçam o que há por trás do preço de uma ação. 

Quando você investe uma ação, está investindo dinheiro em uma empresa. Portanto, procure por empresas que estejam desvalorizadas, seja em relação ao presente ou em relação ao futuro. 

Encontrar as empresas cujo preço esteja abaixo do seu real valor é um passo à frente em direção ao sucesso dos investimentos.

“Preço é o que você paga. Valor é o que você ganha.” – Warren Buffett  

2 – Invista em bons negócios 

Warren Buffett costuma investir em negócios que demonstram qualidade em seus resultados, como margens elevadas e regulares, boa rentabilidade sobre o patrimônio e do capital investido e baixo endividamento.

Além disso, bons negócios contam com gestão competente, eficiente, transparente e eticamente reconhecida no mercado. 

Geralmente, empresas com essas características têm o tempo ao seu favor, afinal, esses negócios costumam crescer e conceber bons resultados para os seus investidores. 

Ademais, esses negócios também são os que mais se saem bem em cenários adversos. Geralmente eles são mais resilientes e conseguem sobreviver aos desafios impostos por ambientes externos. 

3 – Aproveite os momentos de crise para investir

Parece complicado investir em momentos crise, mas é exatamente nesses cenários que se formam as principais oportunidades. 

Portanto, quando o mercado estiver passando por momentos difíceis, avalie as melhores opções, escolha as melhores empresas e que tenham os melhores preços e invista. 

Dessa forma, você conseguir aplicar em bons negócios pagando um valor menor. Abaixo você pode ver que Buffett somente usa o caixa da Berkshire em momentos de crise, barras em vermelho, e se aproveita do desespero dos investidores para comprar boas empresas a preços irresistíveis.

4 – Evite os erros

“Regra número 1: não perca dinheiro. Regra número 2: não esqueça a regra número 1.” – Warren Buffett

Essa célebre frase de Warren diz muito sobre a forma como ele lida com seus investimento. 

Muitas pessoas, estão tão preocupadas em investir e ganhar dinheiro que acabam fazendo aplicações muito arriscadas, sobre as quais têm pouco conhecimento. Isso pode gerar erros fatais. 

Portanto, todo investidor deve evitar os erros. Por isso, vale a pena estudar seus erros, para não repeti-los. Além disso, estude também os erros dos outros, e tente não cometê-los. 

Fazendo isso, os acertos devem aparecer automaticamente. Portanto, evite os erros!

5 – Pense no Longo Prazo

Tente sempre investir pensando no longo prazo, isso vai te ajudar a evitar investimentos ruins e mudanças constantes na carteira, o que pode aumentar consideravelmente seus custos. 

Escolha ações de boas empresa e se torne sócio de projetos de sucesso. 

6 – Veja o lado positivo das flutuações do mercado

A volatilidade do mercado pode parecer atrapalhar seus investimentos, mas não é assim que você deve enxergar as coisas. 

Olhe para esses movimentos com olhos positivos. As oscilações do mercado podem criar oportunidades para você comprar ações com preços menores do que estavam antes. 

Como o Brasil tem um dos mercado mais voláteis, você pode aproveitar essa característica para aumentar seu patrimônio no longo prazo.

7 – Estude os riscos

Todos tipo de investimento está sujeito à riscos, porém se você conhece esses risco pode ser mais sensato em suas análises e tomada de decisão. 

Por isso, avalie os riscos e assuma aqueles com os quais pode lidar e nunca seja pego de surpresa.

“Risco vem de você não saber o que está fazendo.” -Warren Buffett

8 – Tenha autocontrole

No mundo dos investimentos, Buffett sempre deixou claro, que nem sempre quem ganha é o mais inteligente, mas sim aquele que melhor conhece o mercado e sabe tomar as melhores decisões. 

Muitas vezes você vai precisar tomar decisões difíceis, agir de maneira independente e agir contra a corrente, por isso, ter autocontrole é fundamental para ser um investidor de sucesso. Pense nisso!

Seja contrarian!

9 – Evite dívidas 

“Quando se combina ignorância e alavancagem, se tem resultados bastante interessantes.“ -Warren Buffett

Tanto em relação ao consumo quanto em relação aos investimento, as dívidas são uma péssima opção. 

Muitas vezes a alavancagem pode parecer uma ideia interessante, afinal a falta de dinheiro pode nos fazer perder ótimas oportunidades, mas usar esse atalho não é uma boa ideia. 

A história está recheada de relatos de fracassos que começaram com a alavancagem. Basta procurar na internet que você vai encontrar muitos exemplos dessas tragédias financeiras. 

Por isso, sempre evite dívidas e alavancagem financeira, mesmo que elas parecem uma boa opção no momento.  

A pressa é inimigo do investidor em ações.

10 – Evite diversificar muito 

Esse mandamento parece um pouco contraditório, mas na verdade faz muito sentido. 

Sempre ouvimos os analistas e assessores falarem da importância da diversificação dos investimento para mitigar os riscos, e, de fato, fazer isso é importante. 

Porém, o ideal é não diversificar demais seus investimento. Escolha boas ações de boas empresas e coloque todos os seus ovos em poucos cestas

Fazendo isso, você não vai repartir seu patrimônio em muitas pequenas partes e poderá se concentrar nos aportes em empresas melhores. 

Lembre sempre, diversificação é importante mas não de forma demasiada.

11 – Mantenha a simplicidade

Warren Buffett, ao contrário do que muita gente pode pensar, não usa métodos mirabolantes para tomar suas decisões de investimentos. 

Na verdade, ele trabalha em Omaha, uma cidade interiorana dos Estados Unidos e passa boa parte do tempo livre lendo livros, jornais e relatórios anuais. Além disso, Buffett não conta com uma equipe muito grande quando o assunto é investimento. 

Portanto, como você pode perceber, os métodos de decisão usados pelo maior investidor do mundo, não são nada complexos. Por isso, acreditamos que o mais sensato seja seguir esse caminho mais simples e sem tentar complicar demais as coisas.