Perfil de Investidor - Conheça o Seu, Não Seja Enganado e Invista Muito Melhor | Blog London Capital

Perfil de Investidor – Conheça o Seu, Não Seja Enganado e Invista Muito Melhor

By Tatiana Mallmann

perfil de investidor

Você quer saber qual é o melhor investimento, não é mesmo? Antes que alguém te responda isso, é muito importante que você descubra o seu perfil de investidor. veja porque:

Certa vez a avó de um amigo vendeu uma casa e não sabia o que fazer com o dinheiro. Resolveu então ir consultar o gerente do banco, afinal “ele deve ser um especialista em saber qual é o melhor investimento“.

Após uma semana fiquei sabendo que o gerente sugeriu. Adivinhe só?

Ele fez a senhora investir todo o dinheiro em um plano de previdência PGBL! Até na poupança seria melhor!! Porque raios uma senhora  aposentada deveria investir em um plano de previdência?!

GUIA DAS MELHORES

CORRETORAS DE VALORES 2019

UM GUIA COMPLETO DAS MELHORES CORRETORAS DE VALORES PARA VOCÊ INVESTIR SEU DINHEIRO EM 2019.

Não me interessa analisar aqui se o gerente estava despreparado ou se houve má intenção de ganhar uma comissão maior, mas a recomendação foi uma tremenda sacanagem com a vovó…

Para que o mesmo não aconteça à você (ou à sua avó), resolvi explicar melhor como definir seu perfil de investidor e ter claro quais investimentos são, ou não, adequados para você.

Antes de mais nada, vamos ao que interessa:

 

Teste: Descubra o Seu Perfil de Investidor

Atenção: este teste é somente uma indicação e não deve ser o único critério para definir seu perfil de investidor. Recomendo que você peça ajuda à um profissional, que deverá considerar seus objetivos, necessidades, idade, situação familiar, etc.

 

O que é o perfil do investidor?

Cada investidor possui objetivos diferentes para o eu patrimônio e, além disso, tolera riscos diferentes. Dessa forma, a identificação do perfil tem por finalidade encontrar uma distribuição de investimentos que seja compatível com esse perfil, sem gerar ansiedade, mal-estar ou qualquer desconforto ao investidor.

Assim que você começa a se informar sobre possibilidades de investimento, se depara com esse termo – “perfil de investidor”.

Absolutamente todas as matérias sobre o tema vão citar esse termo, e mais, vão te dizer para não dar um passo sem saber direitinho qual é o seu.

 

Mas enfim, o que é perfil de investidor?

Perfil de investidor nada mais é que o apanhando de diversas informações que mostrarão quais aplicações são mais indicadas para você naquele determinado momento.

Então eu posso ter “mais de um tipo” de perfil?

Claro!

A grande sacada para não se prender a um rótulo pré determinado é o conhecimento de que seu perfil não só pode como VAI mudar ao longo de sua vida.

Por isso que todos os especialistas te dirão para ficar atento às mudanças para fazer as alterações necessárias em seus investimentos sempre que necessário.

 

O que devo considerar para definir meu perfil?

A sua idade é o primeiro fator a ser considerado – Se você é jovem pode arriscar mais, já que teoricamente terá tempo para se recuperar, então uma parte maior de seus investimentos podem ser alocados em aplicações de renda variável, como ações da bolsa de valores.

 

Geralmente, o perfil dos mais jovens tende a ser mais arrojado.

Se você está mais próximo da aposentadoria, deve investir em aplicações para garantir seu patrimônio, neste caso renda fixa atrelada ao CDI pode ser a melhor opção.

 

Geralmente, o perfil do investidor maduro tende a ser mais conservador.

Segurança x risco de perda – Pense de maneira geral qual sua tolerância em correr riscos, para algumas pessoas a segurança é primordial, para outras os riscos “fazem parte” e sem eles não se obtém lucros expressivos.

Se você se encaixa no primeiro grupo, opte por investimentos seguros, que sejam assegurados pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito), se está aberto a correr certo risco, monte uma carteira mais arrojada.

Qual seu objetivo? – Determine o que espera de seu investimento. Você quer defender seu patrimônio da inflação? Quer ter uma renda extra proveniente destes investimentos? Pretende obter um aumento significativo de seu montante inicial para aquisição de algo?

 

O que você almeja, e em quanto tempo pretende atingir esse objetivo é uma das questões importantes para te definir como investidor.

  • Você já investiu em renda fixa? Você já investiu em renda variável? – Avalie seu grau de conhecimento sobre o mercado financeiro, analise quais experiências já teve e como foram suas reações sobre elas.
  • Faça suposições – em caso de uma grande oscilação econômica, o que você faria? Em caso de doença de que maneira seria afetada sua necessidade de liquidez?
  • Qual sua renda mensal? Quanto você pode investir? Qual seu patrimônio?- Faça sempre um estudo profundo sobre sua vida financeira, ponha no papel quais são os riscos iminentes de mudança de cenário e como isso afetaria seu patrimônio.

 

Por Que Você Deve Conhecer seu Tipo de Investidor?

Imagine que você começou a investir hoje e se encantou com o mercado de ações, então, mesmo sem entender muito bem o seu perfil de investidor, faz trades de curto prazo (day trade e swing trade).

Por ser conservador, ao perceber que o seu dinheiro está perdendo valor momentaneamente (o que é algo comum em renda variável), logo você venderá todos os seus ativos e concretizará um prejuízo sem necessidade disso.

Essa é uma característica clássica de investidor que está aplicando em investimentos com riscos que ele não suporta. Ele vende o ativo e encerra sua posição de forma emocional, levando prejuízo.

O mesmo acontece caso você seja arrojado e aplique o seu dinheiro a longo prazo, em investimentos conservadores. Ao perceber que o capital está crescendo a pequenas taxas mensais, logo encerra o ativo e não contabiliza nenhum lucro.

Assim, o investidor de sucesso é aquele que é consciente e conhece a si mesmo.

Esse conhecimento deve começar com um bom planejamento financeiro pessoal. Enquanto você não tiver metas de investimentos de acordo com objetivos, dificilmente você conseguirá realizar seus sonhos.

Existem algumas dicas que você pode seguir para não entrar em investimentos fora do seu perfil de investidor:

 

#1 Nunca arrisque o que não está disposto a perder

Se um fundo multimercado de investimento mínimo de R$ 10.000, por exemplo, pode ter oscilações negativas de 5% em um mês, você deve aplicar consciente de que pode perder cerca de R$ 500 em um mês.

Mesmo que esse tipo de situação aconteça apenas uma vez a cada 12 meses. Você precisa estar preparado para perder um pouco de dinheiro em um mês, para poder ganhar nos outros 11 meses.

Portanto, nunca arrisque um dinheiro que você precisará ou que fará falta para você.

 

#2 Não concentre os seus investimentos

Se você é moderado, então evite concentrar investimentos em uma mesma categoria de risco. Você deve estudar e aproveitar o melhor de cada mercado para fazer uma carteira segura e lucrativa.

Você pode participar de nossas salas de aulas ao vivo que ensinarão tudo o que você precisa saber sobre investimentos.

E mesmo que você seja conservador ou agressivo, a Rico possui diversas opções para diversificar investimentos em um nível de risco similar.

 

3# Arriscar tudo ou não arriscar nada?

Não é porque você é arrojado que apostará todo o seu dinheiro em uma ação de alto risco.

Investimentos não são apostas. Você deve arriscar de forma inteligente, aproveitando oportunidades claras.

Arriscar apenas por ser agressivo não é inteligente da mesma forma que investir tudo o que tem em Tesouro Selic não é indicado.

Se você já tem uma reserva de emergência com liquidez diária, você não precisa de mais aplicações em Tesouro Selic.

Saiba tudo sobre Tesouro Direto neste outro guia completo. Esse é o investimento mais popular entre os que saem da poupança em busca de melhor rendimento e segurança.  

Você deve abrir mão de um pouco dessa segurança extrema para começar a aplicar em bancos pequenos e médios ou até em fundos de investimentos moderados de renda fixa ou multimercado.

 

Tipos de Perfil do Investidor

Com base no resultado do teste, veja abaixo algumas observações e recomendações de como investir dinheiro para o seu perfil de investidor.

 

Perfil Ultra Conservador

Cuidado! Segurança é importante, porém em excesso pode fazer com que você perca boas oportunidades de investir bem o seu dinheiro no longo prazo.

Não tenha tanto medo de conhecer investimentos diferentes, estude e vá ganhando segurança aos poucos.

Alocação Sugerida:

  • 10% em investimentos arriscados (bolsa de valores, fundos que buscam superar o Ibovespa)
  • 10% em investimentos moderados (fundos imobiliários, fundos que buscam superar o CDI)
  • 80% em investimentos conservadores (títulos pós fixados, CDBs e fundos que buscam superar a inflação)

 

Perfil Conservador

Você prefere segurança e prefere não ter surpresas desagradáveis com seu dinheiro, mesmo que elas sejam temporárias. Por conta disso evite investir em coisas mais arriscadas.

Mesmo que no longo prazo o retorno seja maior, os altos e baixos podem afetar muito suas emoções e decisões de investimento.

Alocação Sugerida:

  • 10% em investimentos arriscados (bolsa de valores, fundos que buscam superar o Ibovespa)
  • 30% em investimentos moderados (fundos imobiliários, fundos que buscam superar o CDI)
  • 60% em investimentos conservadores (títulos pós fixados, CDBs e fundos que buscam superar a inflação)

 

Perfil Moderado

Você deve buscar investimentos que ofereçam mais retorno do que título públicos e renda fixa, porém evite os que podem ter muitas variações de valor como ações de companhias menores, ou fundos de investimento muito agressivos.

Alocação Sugerida:

  • 30% em investimentos arriscados (bolsa de valores, fundos que buscam superar o Ibovespa)
  • 30% em investimentos moderados (fundos imobiliários, fundos que buscam superar o CDI)
  • 40% em investimentos conservadores (títulos pós fixados, CDBs e fundos que buscam superar a inflação)

 

Perfil Arrojado:

Você tem sangue frio e lida bem com riscos.

Procure investir seu dinheiro de longo prazo em investimentos com maior potencial de retorno, deixando pelo menos 25% do seu patrimônio em investimentos seguros.

Alocação Sugerida:

  • 60% em investimentos arriscados (bolsa de valores, fundos que buscam superar o Ibovespa)
  • 20% em investimentos moderados (fundos imobiliários, fundos que buscam superar o CDI)
  • 20% em investimentos conservadores (títulos pós fixados, CDBs e fundos que buscam superar a inflação)

 

Perfil Agressivo

Cuidado! Risco pode significar mais retorno, porém é importante ter uma reserva de dinheiro sempre garantida e à mão para momentos turbulentos.

Alocação Sugerida:

  • 80% em investimentos arriscados (bolsa de valores, fundos que buscam superar o Ibovespa)
  • 10% em investimentos moderados (fundos imobiliários, fundos que buscam superar o CDI)
  • 10% em investimentos conservadores (títulos pós fixados, CDBs e fundos que buscam superar a inflação)

 

O que mais considerar no seu Perfil?

Além de como você lida com as perdas e como você lida com o risco, é importante considerar também outros fatores na hora de encontrar seu perfil de investidor:

Duração do Investimento

Por quanto tempo você pretende deixar seu dinheiro investido:

  • Curto prazo: até 3 anos
  • Médio prazo: de 4 a 9
  • Longo prazo: acima de 10 anos

Cada uma destas reservas terá um objetivo diferente e portanto uma política de investimentos diferente. O dinheiro que você está economizando para viajar no final do ano por exemplo, deve ser investido em algo com baixo risco, evitando que uma queda brusca acabe com sua viagem.

Já o dinheiro de longo prazo da aposentadoria por exemplo, pode ser investido em algo que aceite maiores variações agora, em troca de um maior retorno de longo prazo. Quanto menor a duração, mais conservador deverá ser seu perfil de investidor.

 

Retorno Desejado

Seu objetivo com esses investimentos é fazer o dinheiro crescer ainda mais, reinvestindo os ganhos, ou você precisa de uma renda para ajudar no seu custo de vida?

Em geral pessoas mais jovens que ainda estão acumulando patrimônio desejam fazer o dinheiro crescer, reinvestindo todos os ganhos de seus investimentos. Por outro lado, pessoas mais velhas já não precisam juntar tanto dinheiro para o futuro e podem usufruir da renda gerada pelos investimentos.

Investir em ações é uma opção para investidores que desejam crescer o patrimônio no longo prazo e com perfil mais arrojado, porém para que deseja renda, é melhor escolher investimentos que são bons pagadores de dividendos como fundos imobiliários e investimentos com perfil mais conservador.

 

Liquidez

Com que urgência você poderá precisar daquele dinheiro? Imagine que eventualmente você tenha que arcar com custos de hospital, viagens inesperadas, etc, você terá um dinheiro com fácil acesso para isso?

Investimentos com alta liquidez são aqueles que você pode resgatar o dinheiro logo que precisar. No entanto existem fundos de investimento que seu dinheiro fica comprometido por vários anos.

Quanto mais você precisar de dinheiro imediatamente, mais conservador deverá ser seu perfil de investimento.

 

Risco

Risco e retorno é e sempre será o dilema de todo investidor. O investimento perfeito teria muito retorno e nenhum risco, o que não existe.

Você tem que saber seu perfil de risco, ou seja, como lida com eventuais perdas.

Isso é importante para que você seja fiel a sua política de investimentos. Suponha que após investir em ações você perde mais de 10%: é possível que no futuro também ocorram altas de mais de 10%, que você perderá se tirar seu dinheiro agora.

Se determinou que o investimento era de longo prazo, deixe ele lá a menos que estude com atenção e mesmo assim ache melhor tira-lo. O que você nunca deve fazer é tomar decisões por impulso.

 

O formulário de perfil de investidor já me dirá em que produtos devo investir?

Não. O formulário te fornecerá uma avaliação de perfil. Os produtos que devem integrar a sua carteira de investimentos podem ser escolhidos posteriormente por meio de algum serviço de Assessoria de Investimentos.

A importância de investir conforme o perfil:

O mais importante para um investidor é que ele tenha ciência de que tipo de investimento deve estar exposto e os riscos assumidos. Com o formulário de perfil, espera-se que a performance dos produtos em questão sejam adequados às expectativas do investidor.

 

 

About the Author

Tatiana Mallmann, Co-Fundadora do Blog London Capital, formada em Administração de Empresas, ingressou no mercado financeiro em 2006, acumulando experiência em varejo, planejamento financeiro e seguros corporativos em instituições como Banco do Brasil e Confiança Companhia de Seguros. Especialista em planejamento financeiro, gestão de risco, proteção do ativo humano, blindagem de patrimônio e sucessão empresarial.