A maior parte dos investidores que entram na Bolsa de Valores escolhem ações de empresas maiores como as ações da Petrobras e da Vale, por exemplo. 

No entanto, apesar de serem mais líquidas e pagarem bons dividendos, quando comparado às empresas menores como as microcaps, as blue chips ficam atrás se p assunto é potencial e valorização. 

As microps são ações de pequenas empresas e que muitas vezes estão iniciando seus negócios e por isso ainda não atingiram a sua máxima capacidade, 

Por esse motivo essas empresas apresentam um alto potencial de crescimento e de valorização no mercado, gerando bons ganhos para os investidores. 

O que é uma microcap

O termo microcap se refere a empresas negociadas na Bolsa de Valores cujo valor de mercado é inferior a R$ 1,2 bilhão, ou seja, elas são empresas pequenas se comparadas às gigantes da Bolsa

Em geral, pela baixa liquidez e pelo patrimônio menor, essas empresas são muitas vezes ignoradas pelos investidores e pouco acompanhadas por casas de análises, mas isso não quer dizer que não sejam uma boa opção de investimento. 

Aliás, essas empresas que ainda estão desenvolvendo seus processos, são as que têm maior potencial para crescer e, consequentemente, gerar maiores ganhos aos seus investidores. 

As ações da Indústrias Romi e Valid são alguns exemplos de microps negociadas na B3.

Mas na Bolsa de Valores não existem somente as microcaps ou as gigantes do mercado. Entre essas duas classes de empresas ainda outros vários grupos de classificação. 

Veja os diferentes grupos de empresas Bolsa de Valores classificadas segundo o seu valor de mercado:

  • Mega Caps – Valor de mercado acima de R$ 80 bilhões
  • Big Caps – Até R$ 80 bilhões
  • Mid Caps – até R$ 40 bilhões
  • Small Caps – até R$ 8 bilhões
  • Micro Caps – até R$ 1,2 bilhão
  • Nano Caps – até R$ 200 milhões

Como funciona uma microcap

As microps são são as consideradas pequenas empresas negociadas na Bolsa de Valores, isso porque elas possuem valor de mercado menor do que R$ 1,2 bilhão. 

De modo geral, essas companhias são novas no mercado e ainda não chegaram ao seu máximo potencial, por isso ainda têm muito a crescer e se desenvolver. 

Se você parar para pensar, toda blue chip já foi um microcap um dia e quem acreditou no seu potencial desde o início e investiu nessas empresas, provavelmente teve bons lucros. 

Por isso, investir em microcaps pode ser uma boa alternativa para quem busca diversificação e maior potencial de ganhos. 

Afinal, quando você compra parte de uma microcap tem a chance de aproveitar todo seu potencial de crescimento e ainda pode aproveitar preços melhores. 

Contudo, antes de investir em uma microcap é preciso conhecer, além de todas as suas vantagens, os pontos que merecem atenção. 

Algumas das principais características das microps são:

  • Alto potencial de valorização
  • Baixa Liquidez
  • Dividendos Baixos
  • Risco mais elevado

Vantagens de uma microcap

Sem dúvida a principal vantagem de investir em uma micropa é o seu alto potencial de valorização. 

Como dissemos, as microcaps, em grande parte das vezes, são empresas novas e que estão entrando no mercado, portanto, possuem um bom potencial de crescimento. 

Nesse sentido, apesar de não serem tão conhecidas pelos investidores e muitas vezes deixadas de lado pelos analistas, essas ações podem ser uma boa opção para quem quer ganhar dinheiro com ações com no longo prazo

Além do bom potencial de valorização, outra vantagem que as microcaps podem apresentar é o seu valor “descontado”.

Mesmo que tenham bons fundamentos e muito potencial, as pequenas empresas acabam sendo esquecidas por muitos investidores. 

A baixa procura por essas ações pode tornar o preço das microcaps realmente atraentes, gerando ótimas oportunidades para os investidores. 

Desvantagem de uma microcap

Apesar do bom potencial de crescimento e da possibilidade de serem adquiridas por preços muito atraentes, as microcaps possuem alguns pontos que merecem atenção dos investidores. 

Entre as principais desvantagens das microcaps estão:

  • Baixa Liquidez
  • Pouco acompanhamento de casas de análises
  • Risco elevado

Baixa Liquidez

A baixa liquidez dessas ações pode afastar muitos investidores. Sobretudo os investidores institucionais que movimentam grandes volumes, como os fundos de investimentos, por exemplo

Nesse sentido, mesmo que a empresa apresente resultados consistentes e boa performance esses investidores acabam evitando esse tipo de ação. 

Nesse sentido, antes de investir em uma microcap é importante avaliar a questão da liquidez, para não ter problemas com a venda dos seus ativos. 

Pouco acompanhamento de casas de análises

A cobertura das casas de análises são uma mão na roda para aqueles investidores que querem investir em ações, mas ainda não têm conhecimento suficiente para fazerem análises sozinhos. 

As empresas de pequeno porte, no entanto, tendem a ficarem esquecidas por esses analistas. 

Seja pela grande quantidade de papéis na Bolsa ou pela falta de informações, as análises de pequenas empresa tende a ser mais deficitárias. 

Por isso, muitas dessas empresa acabam sendo deixadas de lado, mesmo que apresentem bons resultado nos seus negócios e expectativas positivas de crescimento. 

Risco elevado

Ao contrário do ocorre com as blue chips, as microcaps são empresas que ainda estão começando e por isso não são tão robustas e estáveis financeiramente. 

Esse fator geral um maior risco para investimentos nesse tipo ação. Mas é importante ter em mente, que o maior risco é compensado pelo maior potencial de valorização. 

Como analisar uma microcap

Para analisar uma microcap você pode usar as mesmas premissas adotadas na hora de avaliar empresas maiores.

Contudo, nesses casos, é preciso ter uma atenção maior na hora da avaliação e o investimento deve ser pensado no longo prazo e na aquisição de valor da empresa. 

Na hora de escolher uma microcap para investir, você deve buscar por empresas com alto potencial de crescimento e que ainda não atingiram seu máximo nível de capacidade produtiva, mas podem chegar lá.

Para fazer um bom investimento em microcaps busque por empresas com uma boa saúde financeira, além de uma gestão de qualidade. 

Além disso, é muito comum que empresas pequenas tenham dívidas relacionadas a investimentos. Esse é outro fator que precisa ser avaliado com cautela. 

Na hora de escolher as melhores microcaps para investir, avalie a dívida de cada empresa e descarte aquelas que apresentam patrimônio líquido negativo e que venham acumulando prejuízos em seus resultados. 

Vale a pena investir em microcaps

Sim! Investir em microcaps pode aumentar seu potencial de ganhos, fazendo seu capital se multiplicar várias vezes. 

Em geral, as microcaps representam empresas que estão começando sua trajetória no mercado e por isso ainda não atingiram o máximo de sua capacidade produtiva, portanto, existe um potencial de ganho elevado. 

Nesse sentido, investir em microcaps pode ser uma alternativa para potencializar seus ganhos na Bolsa de Valores

Contudo, antes de fazer esse tipo de investimento é preciso avaliar com cuidado cada ação que pretende comprar e apostar em uma boa diversificação da carteira para mitigar riscos relacionados às mais diversas empresas. Converse com um assessor de investimentos, ele vai te ajudar a entender se esse tipo de aplicação é adequado ao seu perfil de investidor e quais são as melhores microcaps para investir no longo prazo.