Os fundos de investimento são uma ótima opção para quem procura diversificação e praticidade, com gestão profissional. 

Esse tipo de aplicação é bastante comum e pode agradar os mais diversos perfis de investidores. São vários tipos de fundos de investimento disponíveis, e cada um deles possui estratégias diferentes, com variados níveis de risco e potencial de retorno. 

Cada corretora ou banco conta com uma portfolio de recheado para que você tenha muitas opções na hora de fazer seu investimento. Por isso, hoje vamos falar das melhores opções de fundos de investimentos se você quiser continuar no seu banco. 

O que é um fundo de investimento?

Os fundos de investimento são um tipo de aplicação em conjunto, cuja carteira é gerida por um profissional especializado. 

Para ficar mais fácil de entender, vamos fazer uma analogia: Os fundos de investimento podem ser comparados com condomínios. Nesse caso, cada morador do condomínio é um investidor do fundo, pois possui um apartamento (cota do fundo).

Proporcionalmente à participação no condomínio, os moradores têm responsabilidades sobre a gestão e manutenção, por isso, eles pagam um certa taxa de condomínio, que podem ser comparadas às taxas de administração dos fundos.

Nos condomínios, essa taxa é usada para remunerar um síndico que vai resolver qualquer questão relacionada ao condomínio. 

Já no caso dos fundos, o dinheiro é destinado ao pagamento do gestor e administrador do fundo, que resolvem qualquer questão burocrática da aplicação e alocam o dinheiro dos investidores da melhor maneira possível.

Taxa de administração dos fundos de investimento

A taxa de administração dos fundos é inevitável, porém o valor pode variar muito entre um fundo e outro, dependendo das regras da instituição custodiante. 

Como essa taxa tem impacto direto sobre a rentabilidade do investimento, é muito importante avaliar esse valor antes de fazer uma aplicação. De maneira geral, o mais recomendado é que a taxa não seja maior do que 1,5%. 

Além disso, dependendo da instituição, ainda pode haver cobrança de taxa de de saída e taxa de performance, que é cobrada quando a rentabilidade do fundo é superior à rentabilidade do benchmark.

Tributação dos fundos de investimento

Além das taxas, os fundos de investimento também estão sujeitos à cobranças de IOF e Imposto de Renda cujo qual incide sobre os rendimentos no último dia do mês de maio e novembro, chamados come-cotas

Nesse caso as alíquotas são as seguintes:

As alíquotas são as seguintes:

  • Até 180 dias = 22,50%
  • 181 – 360 dias = 20,00%
  • 361 – 720 dias = 17,50%
  • Acima de 721 dias = 15,00%

Tipos de Fundos de Investimento

Existem diversos tipos de fundos de investimento e cada uma deles possui características específicas, que influenciam na composição da carteira, grau de risco, entre outro fatores. 

Conheça os principais tipos de fundos. 

Fundos de Curto Prazo

Os fundos de curto prazo, de maneira geral, acompanham as variações nas taxas de juros. Normalmente eles investem em títulos privado ou públicos federais prefixados, garantindo um grau de risco muito baixo para seus investidore

Na maior parte dos casos, a rentabilidade desses fundos está atrelada à taxa Selic ou a taxa DI. 

Nesse sentido, eles são indicados para investidores com perfil mais conservador e com necessidade de resgatar o dinheiro em menor de um ano. 

Fundos referenciados

Como o nome sugere, estes fundos seguem algum índice de referência, como o CDI, por exemplo. Pelo meno 95% da carteira dos fundos referenciados deve estar atrelada ao índice de referência. 

Esses fundos, também são bastante reconhecidos pela sua segurança, com pelo menos 80% da carteira composta por títulos públicos federais ou outros ativos de renda fixa de baixo risco. 

Como esses fundos são seguros e possuem bom nível de liquidez, podem usados como investimento de reserva de emergência. 

Fundos de renda fixa

Os fundos de renda fixa são característicos por possuírem, pelo menos 80% de sua carteira composta por títulos públicos federais ou privados, que variam de acordo com a taxa de juros. 

Você pode conferir mais detalhes sobre esse tipo de investimento no artigo que preparamos sobre as vantagens e desvantagens de investir em fundos de renda fixa

Fundos multimercados

O patrimônio desses fundos é diluído entre vários tipos de ativos, combinando ações, câmbio, derivativos, renda fixa, entre outros. 

Esses fundos caracterizados pelo riscos maiores, porém costumam apresentar rentabilidade proporcional. Eles são mais indicados para resgates de médio e longo prazo. 

Para saber mais sobre os fundos multimercados veja o vídeo que London Capital preparou sobre o assunto:

Fundos cambiais

Os fundos cambiais mantém no mínimo 80% de sua carteira aplicada em ativos ligados, direta ou indiretamente às variações nos preços das moedas estrangeiras, como dólar e euro.

De maneira geral, esses fundos são mais usados com a finalidade de proteção contra variações cambiais. 

Para te ajudar a entender um pouco mais sobre os fundos cambiais, preparamos outro artigo com mais detalhes sobre o tema, que você pode ler clicando no link

Fundos de ações

Os fundos de ações possuem como característica principal, terem, pelo menos, 67% de sua carteira composta por ações negociadas na Bolsa de Valores. 

Eles, no entanto, podem ser divididos em duas modalidade:

  • Ativos – quando a composição da carteira é definida com base em análises de mercado
  • Passiva – quando o fundo segue algum índice de referência, como o Ibovespa, o SMLL, IBrX, etc.

Fundos de dívida externa

Os fundos de dívida externa investem pelo menos 80% do capital em títulos representativos da dívida externa nacional. 

Os rendimentos desses fundos são definidos por uma conjunção entre diferença cambial, taxa de juros paga pelos ativos e performance destes no mercado internacional.

Melhores fundos de investimento no seu banco

De maneira geral, as corretoras podem oferecer mais opções, além de oportunidades melhores de investimento. 

Isso porque essas instituições, costumam disponibilizar para seus clientes produtos de terceiros, além de seus produtos próprios, aumentando assim, a gama de possibilidades na hora de investir. 

Além disso, geralmente, os funcionários do banco vão te conduzir para opções mais caras, uma vez que o lucro deles depende disso. 

Alguns desses fundos, por exemplo, podem contar com taxas de administração igual ou maior do 3,5%, o que está muito acima do valor razoável para esse custo. 

Por isso, antes de investir em um fundo de investimento é importante que você avalie muito bem todos os detalhes da aplicação, para evitar perdas na sua operação. 

Se você quiser fazer isso sem sair do seu banco, deve ser ainda mais cauteloso. Acompanhe a seguir algumas opções de fundos de investimento dos bancos, com um bom nível de rentabilidade nos últimos meses. 

Se o seu fundos não estiver na nossa seleção, provavelmente ele não exibiu uma das melhores performances nos últimos 12 meses.

Melhores fundos de investimento do Bradesco

O Bradesco oferece aos seus clientes diversas opções de fundos de investimento, incluindo fundos DI, multimercados,de ações, entre outras opções. 

O nível de risco de cada fundo varia de acordo com o tipo de fundo e estratégia do gestor e pode ser baixo, médio ou elevado.

Já as taxas de administração cobradas pelos fundos do Bradesco podem variar bastante, chegando ao patamar máximo de 3,5% ao ano, o que é, diga-se de passagem, exorbitante.

Confira abaixo a seleção de alguns fundos com a maior rentabilidade acumulada nos últimos 12 meses, por tipo de fundo,.

Nome do FundoClassificação do FundoRentabilidade % (Últ. 12 meses)Taxa de Adm. (%)
H FI RF Referenciado DI LP DI6,08 0,15%
Vip DI DI6,050,30%
Crédito Privado 22 RFCrédito Privado6,540,50%
Preços RF Longo Prazo H Juro Real29,830,50%
Títulos do Tesouro RFPré fixado14,60 1,50%
Golden Profit Dinâmico Multimercado Multimercado8,94 1,20%
Global Balanced Inv Exterior C.Priv MM HInternacional5,060,50%
FI Small Caps Ações HAções50,191,00%
Bradesco AçõesAções40,681,34%

Dentre os bancos, o Bradesco é o que oferece os fundos com as taxas de administração mais coerentes. 

Apesar de não serem as menores taxas do mercado, nenhum fundo da seleção daqueles com maiores rentabilidade nos últimos 12 meses, ultrapassou 1,5% no valor da taxa de administração. 

Observe que os fundos com maior rentabilidade acumulada foram os fundos de ações, sendo o destaque o fundo de Small Caps que cresceu 50,19% no período. 

Comparando a rentabilidade do fundo com o indicador de Small Caps da Bolsa de Valores, SMLL, que cresceu 51,06% nos período, é possível perceber que o resultado do fundo ficou bem próximo daquilo do seu objetivo.

Já os fundos DI, realmente exibem ótimas taxas de administração, as mais competitivas dentre os bancos. Além disso, elas também ficam na média do mercado. 

Se considerada a taxa DI acumulada de 6,28% nos período, é possível perceber que os resultados ficaram abaixo do esperado, mas acompanham de perto o índice de referência.

Melhores fundos de investimento do Itaú

O Itaú também conta com uma ampla variedade de fundos de investimento, com taxas de administração, retorno e risco que podem variar bastante. 

Confira a seleção de alguns fundos de investimento do Itaú:

Nome do FundoClassificação do FundoRentabilidade % (Últ. 12 meses)Taxa de Adm. (%)
Privilege DIJuros Pós-Fixados6,140,30
Itaú VIP DIJuros Pós-Fixados5,780,50
Longo Prazo Renda Fixa FICJuros Prefixados14,921,50
Itaú Renda Fixa IMA-B 5Inflação12,671,50
Itaú Long And Short 30 MultimercadoMultimercados12,521,5
Seleção Truxt Valor Fundo de AçõesAções55,011,9
Fundo Cambial Dólar FIFFICambial3,281,5

Um ponto que merece destaque, contudo, é que a maior parte dos fundos selecionados pela maior rentabilidade nos últimos 12 meses, estão disponíveis para os clientes Personnalité e exigem maior investimento mínimo. 

Os dois primeiros fundos da nossa lista, por exemplo, requerem investimento mínimo de R$ 1 milhão e R$ 500 mil respectivamente. Nesse sentido, apesar de serem uma boa oportunidade de investimento, os fundos não são muito acessíveis. 

Outro ponto que merece destaque é que, entre os fundos de ações com maior rentabilidade nos últimos 12 meses, nenhum deles apresentou taxa de administração igual ou melhor do que 1,5%. 

Além disso, alguns dos fundos com baixa taxa de administração estão sujeitos à taxas de saída, o que pode comprometer a rentabilidade da aplicação.

Isso restringe as boas opções do banco. O fundo com o melhor retorno acumulado no período, conta com taxa de administração de 1,9% ao ano. 

Melhores fundos de investimento do Santander

O Santander conta com muitas opções de fundos de investimento, divididos entre referenciados DI, renda fixa, multimercado, ações, cambiais e fundos de previdência

Confira a seleção com alguns fundos dos Santander com a maior rentabilidade nos últimos 12 meses. 

Nome do FundoClassificação do FundoRentabilidade % (Últ. 12 meses)Taxa de Adm. (%)
SANTANDER VIP RENDA FIXA REF DI FIC FIReferenciado DI5,940,50
SANTANDER PRÉ RENDA FIXA LONGO PRAZORenda Fixa14,281,00
SANTANDER SELEÇÃO LONG BIASED MULTIMERCADO FIC FIMultimercados19,322,00
SANTANDER FIC FI MULTIGESTOR MULTIMERCADO Multimercados10,931,00
SANTANDER SELEÇÃO 30 AÇÕES FCAções38,362,5
SANTANDER FIC FI LONG BIASED AÇÕESAções28,801,30

Dentre os fundos de renda fixa selecionados, o fundo Santander pré Renda Fixa Longo Prazo, é um dos mais competitivos. O Fundo exibiu rentabilidade acumulada nos últimos 12 meses de 14,28%, com taxa de administração de 1%, o que está dentro limite aceitável. 

Porém, em relação aos fundos de ações, o resultado do banco ficou abaixo do nível dos outros bancos. 

Melhores fundos de investimento do Banco do Brasil

O Banco do Brasil oferece aos seus clientes uma ampla pasta de fundos de investimento, divididos entre fundos de curto prazo, de longo prazo e fundos de ações. 

Veja algumas opções de fundos de investimento do Banco do Brasil.

Curto Prazo

Nome do FundoClassificação do FundoRentabilidade % (Últ. 12 meses)Taxa de Adm. (%)
BB RF SimplesRenda Fixa4,25%1,95
BB RF Ref DI 500Referenciado DI4,2152,00

Longo Prazo

Nome do FundoClassificação do FundoRentabilidade % (Últ. 12 meses)Taxa de Adm. (%)
BB Cambial Dolar VipCambial4,030,80
BB RF Divida Ext MiDívida Externa14,181,50
BB R Fixa InflaçãoRenda Fixa26,391,00
BB RF DI LP 200 MILReferenciado DI5,840,50
BB Mult B DividendosMultimercado16,881,20

Fundos de ações

Nome do FundoClassificação do FundoRentabilidade % (Últ. 12 meses)Taxa de Adm. (%)
BB Acoes Const CivilAções76,512,00
BB Acoes EnergiaAções74,732,00
BB Acoes Const CivilAções58,791,5
BB Acoes TecnologiaAções54,8442,00

Se engana quem pensa que o Banco do Brasil, por ser uma estatal, pratica os melhores preços do mercado. Observe que, mesmo os fundos de renda fixa do banco pode cobrar taxas de administração acima do valor considerado razoável. 

Além disso, outro ponto que merece destaque é que muitos fundos interessantes do banco estão disponíveis no Estilo, a bandeira varejista com renda mais alta da instituição. 

Se você tiver dinheiro suficiente para investir nesses fundos pode falar com seu gerente, em alguns casos pode ser elegível para uma promoção.

Melhores fundos de investimento da Caixa

A Caixa oferece aos clientes diversos fundos de investimento, incluindo fundos de renda fixa, de ações, fundos de índice, multimercados, entre outros.

Confira a seleção com alguns fundos de investimento da Caixa Econômica Federal:

Nome do FundoClassificação do FundoRentabilidade % (Últ. 12 meses)Taxa de Adm. (%)
FIC SELEÇÃO RFRenda Fixa30,721,10
FIC TOP RF DI LPReferenciado DI6,190,15
FI OURO MULTIMERCADO LPMultimercados25,841,50
FI ALOCAÇÃO MACRO MULTIMERCADO LPMultimercados18,830,5
FI AÇÕES CONSTRUÇÃO CIVILAções70,172,00
FI SMALL CAPS ATIVOAções47,621,50
ETF IBOVESPA FUNDO DE ÍNDICEFundo de Índice33,960,50
FMP-FGTS PETROBRÁS IVFundo Mútuo de Privatização33,830,95

Entre os bancos que citamos aqui, a Caixa é o que oferece os fundos com as menores taxas de administração, de modo geral. Inclusive, se o fundo for DI, as taxas são realmente tentadoras. 

Já o Fundo de renda fixa da caixa, com melhor rentabilidade nos últimos 12 meses, conta com uma taxa de administração de 1,10%. 

No entanto, quando avaliamos os fundos de ações, aqueles com os melhores resultados têm taxa de administração superior a 2%, o que é muito elevado, pouco aconselhável para investimento, inclusive. 

Mesmo assim, ainda existem boas oportunidades. O ETF IBovespa, por exemplo, performou acima de seu benchmark, 33,96% contra 31,90%, com uma taxa de administração de 0,50% ao ano. 

Melhores fundos de investimento XP Investimentos

A XP Investimentos disponibiliza em sua plataforma opções de fundos de investimento de diversas instituições, incluindo fundos dos bancos citados anteriormente. 

Confira a seleção com alguns fundos de investimento disponibilizados pela XP, que mais renderam nos últimos meses.

Nome do FundoClassificação do FundoRentabilidade % (Últ. 12 meses)Taxa de Adm. (%)
Icatu Vanguarda FIC FI Inflação Longa Renda FixaRenda Fixa38,830,50
BNP Paribas Inflação FI RFRenda Fixa30,040,50
Trend Gold FIMMultimercados26,451,00
Western Asset Macro Strategies FIC de FIM IEInternacional13,721,00
Western Asset Hedge Dólar Referenciado FICambial1,45%1,00
Equitas Selection FIC FIAAções76,15%2,00
Vista FIAAções67,95%2,00
Brasil Capital 30 FIC FIAAções59,23%1,38

Comparação Fundos de Investimentos dos Bancos com a XP

Como você pode observar, apesar da XP oferecer opções de fundos dos bancos tradicionais, nenhum deles aparece na seleção com maior rentabilidade nos últimos 12 meses. 

O fundo de renda fixa da XP Investimentos com melhor performance nos últimos meses foi o mais rentável entre todos os fundos que entraram na seleção. Além disso ele é o que possui menor taxa de administração dentre os fundos com a mesma classificação. 

Os fundos de ações da corretora, no entanto, também exibem altas taxas de administração. Porém, considerando apenas os fundos com taxa de administração menor do que 1,5% a.a., o fundo Brasil Capital 30 FIC FIA é o que apresenta melhores resultados no acumulado do período. 

Aliás, mesmo considerando os fundos de investimento com taxas de administração superiores a 1,5%, a XP ainda é a instituição que oferece as opções com maior rentabilidade acumulada. 

Nesse sentido, é possível perceber que mesmo que seu banco ofereça boas opções de investimentos, ainda é possível entrar produtos melhores, com menores custos e maiores retornos no mercado. 

De maneira geral, as corretoras de valores ofertam produtos de diversos emissores e gestores, o que aumenta a gama de opções e garante a possibilidade de escolha de melhores ativos. 

Conclusão

São muitas opções de fundos de investimento nos bancos e corretoras. Porém, de forma geral, as corretoras de valores costumam oferecer as melhores opções, como nos exemplos que mostramos dos fundos da XP Investimentos. 

Isso acontece porque as corretoras costumam oferecer opções de diversas instituições, inclusive de bancos tradicionais, o que aumenta o número de possibilidade e facilita uma melhor comparação. 

No entanto, se o que você deseja é continuar no seu banco, avalie com cuidado os resultados de cada fundo, de preferência tente fazer isso sozinho. As sugestões dos bancos podem não ser as melhores para você. 

Para facilitar as comparações, os bancos costumam fornecer tabelas com a listas de fundos e os principais dados de cada um. Em alguns casos, no entanto, pode ser necessário abrir separadamente o documento de fundo para ter acesso às suas informações. 

Avalie com cuidado as taxas de administração, e não se esqueça de conferir se há incidência de outras taxas como a de performance ou saída. Muitas vezes, o alto custo pode estar camuflado nesses taxas. 

Além disso, somente a análise da rentabilidade não assegura a melhor escolha, afinal ganhos passados não são garantia de ganhos nos futuro. Por isso, tente avaliar o máximo de informações possível sobre o fundo que pretende investir. 

Por fim, certifique-se de que o fundo que você escolheu seja adequado para o seu perfil de investidor e que possa te ajudar a alcançar seus objetivos financeiros.