O IGP-M é uma das variáveis mais importantes na economia, por isso também no mundo dos investimento. Contudo, para quem ainda está começando a investir, essa variedade de siglas pode parecer um pouco complexa.  

Para ajudar a entender tudo sobre o assunto, falaremos mais sobre o Índice Geral de Preços do Mercado como ele é calculado e como afeta os seus investimentos. 

O que é IGP-M ?

O IGP-M, sigla para Índice Geral de Preços do Mercado é um indicador econômico que tem o objetivo de medir a inflação, através da variação de preços.

Esse indicador tem um grande impacto sobre a vida de todos os brasileiros, pois a sua variação é frequentemente utilizada por diversos setores da economia para a aplicação de reajustes. 

Podemos citar como exemplos os reajustes de aluguel, mensalidades escolares, seguros e planos de saúde, entre outros. 

Como o IGP-M é calculado?

O cálculo do IGP-M está baseado na ponderação de 3 outros importantes índices econômicos, sendo eles:

  • IPA-M — Índice de Preços do Atacado – Mercado.
  • IPC-M — Índice de Preços do Consumidor – Mercado.
  • INCC-M — Índice Nacional de Custo da Construção – Mercado.

Na formação do índice IGP-M, considera-se o IPA-M com peso de 60%, o IPC-M, com peso de 30% e o INCC-M com peso de 10%.

O levantamento é realizado pela Fundação Getúlio Vargas – FGV, levando em consideração uma pesquisa mensal de preços, portando o IGP-M varia todos os meses e consequentemente ano após ano. 

IGP-M acumulado 2019

No acumulado de janeiro a dezembro de 2019, o IGP-M ficou em 5,11%, Veja a tabela IGP-M atualizada mês a mês em 2019.

IGP-M – Índice Geral de Preços do Mercado
Mês/anoÍndice do mês (%)Índice acumulado no ano (%)Índice acumulado nos últimos 12 meses (%)
jan./20190,010,016,75
fev./20190,880,897,61
mar./20191,262,168,27
abr./20190,923,18,64
mai./20190,453,567,64
jun./20190,84,386,51
jul./20190,44,796,39
ago./2019-0,674,14,96
set./2019-0,014,093,38
out./20190,684,793,15
nov./20190,35,113,97

IGP-M Acumulado 2018

Em 2018 o IGP-M terminou o ano com uma valor 7,55%. Veja agora a tabela do IGP-M acumulado, referente ao ano de 2018:

IGP-M – Índice Geral de Preços do Mercado
Mês/anoÍndice do mês (%)Índice acumulado no ano (%)Índice acumulado nos últimos 12 meses (%)
jan./20180,760,76-0,41
fev./20180,070,83-0,42
mar./20180,641,470,2
abr./20180,572,05-1,89
mai./20181,383,464,27
jun./20181,875,396,9
jul./20180,515,98,2
ago./20180,76,68,9
set./20181,528,210
out./20180,899,2610,8
nov./2018-0,498,729,69
dez./2018-1,087,557,55

IPCA e IGP-M

Apesar de ser muito importante para a economia, o IGP-M não é o único indicador para os preços no mercado. Ao lado dele podemos citar o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). 

Esses dois indicadores possuem algumas características em comum, o que pode trazer algumas dúvidas sobre a relação e diferenças entre eles. 

Como falamos anteriormente, o IGP-M é utilizado como parâmetro para determinação da inflação atual no país, uma vez que tem como base uma ampla variação dos preços no mercado. 

O IPCA, por sua vez, trabalha de forma muito semelhante, porém existe uma grande diferença. 

Enquanto o IGP-M utiliza a variação geral dos preços como parâmetro para formação do seu índice, o IPCA é destinado a medir a inflação que afeta as famílias com renda entre 1 e 40 salários mínimos em regiões metropolitanas do país.

O IPCA é utilizado pelo COPOM – Comitê de Políticas Monetárias do Banco Central como uma referência para a determinação da taxa básica de juros –  Taxa Selic, que por sua vez reflete na mudança de rentabilidade de diversos investimentos atrelados a este indexador, sobretudo os de renda fixa.

Nesse sentido, se você aplicações no mercado de renda fixa é muito importante ficar de olho no IPCA, mas não deixe de acompanhar o IGP-M, pois ele também pode afetar os seus investimentos. 

Relação entre os investimentos e o IGP-M

IGP-M2

O IGP-M, como dissemos, é um importante indicador de preços na economia, por isso, em alguns casos ele pode ser usado para balizar o rendimento de alguns produtos. 

Poupança versus IGP-M

A variação do IGP-M não possui uma relação direta com a caderneta de poupança, uma vez que a regra atual utilizada pelo governo como parâmetro para cálculo dos rendimentos da poupança é baseada na variação da taxa Selic, que por sua vez mantém uma relação mais próxima com o IPCA.

Tesouro Direto e IGP-M

Atualmente o Tesouro Direto não comercializa títulos públicos indexados pelo IGP-M, porém existem investidores que detém títulos adquiridos no passado e que ainda não venceram que estão atrelados ao indicador.

Estes investidores precisam ficar atentos ao IGP-M, pois as variações do índice afetam diretamente os seus rendimentos.

Letras de Crédito Imobiliário e Letra de Crédito do Agronegócio

O mercado de investimentos oferece opções em LCIs (Letras de Crédito Imobiliário) e em (Letras de Crédito do Agronegócio) indexadas ao IGP-M. 

Estes investimentos de renda fixa são uma ótima oportunidade para os momentos de alta do IGP-M e portanto é preciso entender o seu funcionamento para aproveitar melhor as oportunidades de negócios.

Conclusão

Neste texto você entendeu o que significa o IGP-M, como funciona a sua metodologia de cálculo e descobriu também a sua importância para a economia do país em um aspecto geral e também em relação aos investimentos financeiros.

Como podemos observar, o IGP-M busca refletir em números a variação dos preços do mercado, porém de forma mais ampla em relação ao IPCA

Nesse sentido, acompanhar as variações no IGP-M pode te ajudar a entender as tendências do mercado para realizar os melhores investimentos