Como investir na bolsa de valores? Já se imaginou sócio de grandes empresas? Essa é uma pergunta muito comum, principalmente se você nunca investiu ou imagina que só investe quem dispõe de uma quantia muito alta em dinheiro. 

Quer ser sócio das empresas mais admiradas do país? Invista em ações. Além de poder ganhar com o crescimento e a distribuição de lucro das empresas e aproveitar o crescimento da Bolsa de Valores Brasileira.

Esse texto foi feito para te ajudar a iniciar seus investimentos, de forma rápida e fácil. É um passo a passo bem objetivo e claro para mostrar a prática e como funciona essa modalidade de investimento. Vamos lá?

O que é uma bolsa de valores e como ela funciona?

A Bolsa de Valores é o mercado onde os investidores, que podem ser pessoas físicas ou jurídicas, se relacionam para realizar operações de compra e venda de títulos mobiliários, sendo o principal ativo negociado na Bolsa, as ações.

Através de aplicativos e plataformas online, disponibilizadas pelas corretoras e bancos de investimentos, os investidores podem acompanhar, negociar em tempo real seus ativos. 

Para entender melhor como funciona a Bolsa de Valores leia o artigo que preparamos para você sobre este assunto

O que é uma Ação?

Ação é a menor fração do capital social da empresa. Quando você compra uma ação, torna-se sócio dela e tem, portanto, um “pedacinho” da empresa. As ações são negociadas na Bolsa de Valores e o investidor não pode adquirir ações diretamente por lá. Para isso necessita de uma Corretora de Valores.

Através de corretoras você pode comprar e vender ações pela internet com total comodidade e segurança, vale lembrar que existem tipos diferentes de ações, as preferencias (tem preferência nos dividendos) e ar ordinários (que possuem direto a votar nas assembleias).

Quais são as vantagens de investir na bolsa de valores?

A Bolsa de Valores é a opção de investimento com maior possibilidade de retorno do mercado financeiro. Isso, por si só, já garante uma boa vantagem para atrair investidores. 

Além do ótimo potencial de ganho, investir na Bolsa de Valores também pode oferecer outros benefícios como:

  • Liquidez –  Na Bolsa, você pode comprar e vender ações muito rápido, quase instantaneamente dependendo do tipo de ativo e o valor de venda.
  •  Possibilidade de fazer seu dinheiro render por tempo indeterminado – Ao investir na Bolsa é você quem escolhe por quanto tempo seu dinheiro vai ficar investido. Portanto, você não precisa se preocupar com períodos de carência, caso precise resgatar seu dinheiro. É importante lembrar, porém, que as negociações estão sujeitas às oscilações do mercado.
  • Possibilidade de se tornar sócio de grandes empresas – Ao investir em ações, você pode se tornar sócio de grandes empresas como Petrobras, Vale, Itaú, entre outras.  Dependendo do tipo de ação e política da empresa, ainda é possível receber rendimentos através de dividendos ou juros sobre o capital próprio.
  • Sem valor mínimo para investimento – Não existe um valor mínimo para investir na bolsa de valores. As ações, por exemplo, oscilam de preço diariamente por motivos diversos, entre eles política internacional, expectativa dos investidores, oferta e procura, então, você deverá analisar o valor de cada ação para ter uma noção mais ampla sobre o custo para investimento mínimo. Há opções em que é possível começar a investir com menos de R$ 1 real no mercado fracionário.

O que é negociado na bolsa?

Naturalmente as ações são os ativos mais conhecidos da Bolsa de Valores. Contudo elas não são os únicos produtos negociado nesse mercado. 

Na Bolsa também são negociados fundos de investimento, o mercado de opções, derivativos, moeda estrangeira (câmbio), entre vários outros produtos. Conheça alguns deles a seguir:

Ações

Ações são títulos mobiliários que representam uma parte do capital social de determinada companhia ou sociedade anônima. 

São papéis negociados em dois mercados: o primário – quando a empresa faz a oferta pública inicial das ações e disponibiliza essas ações para negociação na bolsa de valores e o secundário – quando as negociações ocorrem entre investidores através de corretoras e Bolsas de Valores. 

Fundos de investimento Fechado – ETF

Os fundos de investimentos estão atraindo cada vez mais pessoas que buscam uma possibilidade de investir sem muito esforço e com custo operacional mais baixo. 

O fundo é formado por uma carteira de ativos financeiros onde o investidor adquire uma cota e a administradora realiza investimentos com esse valor e retorna rendimentos para os cotistas. 

Os fundos em geral são administrados por um profissional altamente qualificado, o seu gestor, e oferecem custos mais baixos por ser dividido entre seus cotistas. 

A ideia do fundo é muito interessante pois permite que você alcance investimentos que seriam muito custosos para adquirir sozinho. Com certeza, é uma excelente opção para investir o seu dinheiro e vale muito a pena entender melhor como ele funciona. 

Mercado de opções

O mercado de opções é uma excelente oportunidade de investimento, onde os investidores contam com uma alternativa para evitar oscilações do mercado ou até mesmo para alavancar sua carteira (obter rentabilidade maior do que possui para investir). 

É basicamente um contrato firmado entre vendedor (lançador) e o comprador (titular), em que se negocia o direito de comprar ou vender um lote de ações a um valor prefixado por um determinado tempo. 

Vale a pena conferir mais informações a respeito! 

5 passos para começar a investir na bolsa

Agora que você já conheceu a estrutura do investimento na Bolsa iremos listar 5 passos para te ajudar a entender como investir na Bolsa de Valores.

1 – Pesquise sobre o mercado e investimentos mais recomendados

Talvez esse seja o passo mais importante para você iniciar seus investimentos. 

Pesquise bastante sobre o comportamento do mercado, que é muito volátil, tente entender sua dinâmica, faça testes e descubra qual é o seu perfil de investidor para facilitar na sua escolha pela melhor opção. 

Analise projeções de especialistas sobre o investimento com maiores possibilidades de valorização e escolha a opção compatível com o seu perfil.

2 – Defina seus objetivos

Após realizar sua pesquisa, defina seus objetivos. Esse é muito importante para conseguir escolher as opções que mais se adequam àquilo que você espera dos seus investimentos financeiro

Além disso, não esqueça de diversificar sua carteira de investimentos.

Não aplique todo o seu dinheiro em uma única oportunidade, escolha as melhores opções e separe parte do seu dinheiro para cada uma delas, assim você cria mais possibilidades e mitiga os riscos.  

Se você quer saber mais como montar uma carteira de investimentos, assiste ao vídeo que a London Capital fez sobre o assunto. 

 3 – Escolha uma corretora confiável e abra sua conta

Esse passo é tão importante quanto o primeiro. É indispensável escolher uma corretora de valores confiável, pois o papel dela será fundamental para seu investimento. 

A Bolsa funciona como um mercado onde as pessoas negociam títulos e valores mobiliários por intermédio de uma corretora, onde qualquer pessoa, física ou jurídica, deve abrir uma conta para conseguir realizar compra ou venda desses títulos. 

Portanto, nesse momento você precisará escolher uma corretora para abrir sua conta e será através dessa conta que você irá administrar seus investimentos.

Na hora de escolher em qual corretora abrir uma conta você deve avaliar o nível de confiança da instituição no mercado, preços e custos de investimento, além de serviços de assessoria e atendimento e o portfólio de produtos. 

Também é importante avaliar a plataforma de investimento da corretora, o Home Broker. Alguns HBs são mais acessíveis e intuitivos do que outros. Um dica nesse sentido é comparar vários Home Brokers e escolher aquele com o qual você mais se identifica.

A XP Investimentos, oferece ótimas serviços, com assessoria exclusiva para os mais diferentes tipos de investidores, além de um Home Broker completo e materiais que podem te ajudar a dar os primeiros passos no mundo dos investimento.

Se você quiser saber como escolher a melhor corretora para você não deixe conferir o nosso guia definitivo de como escolher uma Corretora de Valores. 

4 – Acesse o Home Broker

Os investimentos são realizados a partir da plataforma Home Broker da corretora, onde será possível encontrar todos os ativos disponíveis para compra e venda. 

É interessante você se familiarizar com a plataforma, conhecer bem as funcionalidades para ter mais agilidade nas operações. 

É possível comprar e vender ações em tempo real de acordo com o horário do pregão. 

5 – Escolha seus ativos, comece a investir e acompanhe seus investimentos

Após percorrer esse caminho você estará a apto a começar seus investimentos de maneira segura e com responsabilidade. 

Escolha os ativos que mais se encaixam dentro daqui que você espera dos seus investimento e, mãos à obra. 

Talvez a dica mais importante aqui seja, mantenha-se sempre no controle, pesquise, esteja por dentro do fluxo do mercado, leia jornais, revistas e sites que tratam sobre investimentos, se possível faça cursos e controle bem os seus riscos.

Faça um acompanhamento dos seus investimentos para saber se tudo corre bem com seu dinheiro e se for necessário faça mudanças na sua carteira. 

No entanto, evite acompanhar a movimentação dos seus ativos todos os dias. As oscilações normais do mercado podem causar desconforto e te levar a tomar decisões erradas.  

Seguindo esses passos certamente você terá sucesso. 

Não deixe de acompanhar no Blog para saber muitas outras dicas e informações sobre o mercado financeiro. Também estamos disponíveis para responder qualquer dúvida. 

Conte conosco!