Muitos investidores sonham com o dia em que vão conseguir ganhar muito dinheiro e poder levar um vida tranquila, talvez poder viajar todos os anos e não se preocupar com dívidas. Enfim, várias coisas que parecem fazer parte da vida dos milionários. 

Contudo, muitas vezes esses sonhos parecem distantes e quase inalcançáveis para os meros mortais que não tiverem a sorte de nascer em berço de ouro. 

Mas para falar a verdade, a maioria dos milionários não nasceu com essa posição, eles chegaram lá com muito trabalho e bons investimentos. 

Por isso, nesse artigo vamos falar sobre os investimento que podem te ajudar a atingir a tão sonhada liberdade. Essa é a maneira como os milionários geram renda passiva e “imprimem dinheiro legalmente”.

O que quero dizer imprimir dinheiro legalmente?

Imprimir dinheiro, nesse caso, não tem nada a ver com colocar papel em uma máquina e literalmente fazer dinheiro. Isso também não seria muito inteligente e não é permitido.  

Imprimir dinheiro legalmente aqui, quer dizer que existe uma forma de criar renda passiva e constante com investimentos comuns, disponíveis para qualquer pessoa do mercado. 

Ao realizar o investimento adequado, é possível criar essa renda periódica e aproveitar a vida com mais tranquilidade e segurança.

Você já é investidor, mas não sabe do que estou falando? Ou está iniciando no mundo investimentos e não entendeu muito bem? Não se preocupe, continue a leitura que vou explicar melhor como isso é possível.

O que é a renda ou passiva?

Renda passiva nada mais é do que uma renda garantida e periódica, que você pode criar ao investir em alguns produtos do mercado financeiro. 

Fazer aplicações com o intuito de gerar renda passiva pode te ajudar a complementar sua renda mensal ou, dependendo do capital, formar sua principal fonte de renda.

Para isso, algumas classes de ativos que podem ser mais adequados. Entende-se que ativo é tudo que possui valor comercial, um bem que pode ser negociado entre dois agentes. 

Esse é um conceito básico, mas como ganhar dinheiro com isso? Como adquirir uma renda constante? , falaremos desses ativos a seguir. 

Principais investimentos para fugir das oscilações do mercado

Há uma linha de investimentos constantes, muito conhecida entre os investidores por tripé ou tríade da renda e é formada por ativos de renda fixa, ações e fundos imobiliários. 

Entre esses investimento estão:

Renda Fixa: Títulos Públicos e Privados

Os títulos são emitidos pelo governo ou empresas com a finalidade de captação de recursos para financiamento de suas atividades , investimento ou capital de giro.

Assim, esse tipo de investimento funciona como um empréstimo do investidor para o emissor do título. Nesse caso, portanto, é você quem realiza o empréstimo, enquanto as empresas ou o governo ocupam a posição dos tomadores. 

Entre os principais títulos de renda fixa negociados no mercado estão: os títulos do Governo Federal negociados pelo Tesouro Direto, as debêntures, LCIs, LCAs e CDBs. Essas opções, geralmente, oferecem boa rentabilidade e liquidez.

Fundos de Investimento Imobiliário

Os Fundos Imobiliários são usualmente chamados de “FII’s”, e são um tipo de fundo de investimento, porém, o principal objetivo de seus cotistas é investir em ativos imobiliários. 

Tal como ocorre nos fundos tradicionais de investimento, o dinheiro de todos os cotistas que aplicaram em um FII é gerido por um profissional especializado, que vai procurar os melhores ativos para alocar os recursos do fundo, com o intuito de gerar maior rentabilidade.

Na maior parte das vezes, os recursos são destinados para investimento em empreendimentos imobiliários, como prédios, edifícios e galpões. 

Contudo, em alguns casos, os FIIs também podem investir em outros ativos ligados ao setor imobiliário, como LCIs ou CRIs.

Assim, os fundos imobiliários podem ser divididos em dois grupos: 

  • Fundos de Tijolo – são aqueles que possuem maior parte de seus investimento em empreendimentos físicos;
  • Fundos de Papel – aqueles que possuem como estratégia principal fazer aplicações em títulos financeiros do mercado imobiliário.

Para quem quer investir em FIIs, sabia que há duas formas de ganhos com esses ativos. A primeira é lucrar com rendimentos periódicos provenientes dos aluguéis. Esse ganhos são isentos de Imposto de Renda para pessoas físicas. 

Basicamente todos os FIIs de tijolo distribuem mensalmente parte dos aluguéis para os cotistas do fundo. .

A segunda forma está relacionada à valorização das cotas, essa possibilidade de lucro depende de fatores externos para sua existência. Muitos fundos imobiliários optam por investir em áreas com grande potencial de valorização, elevando assim a possibilidade dessa rentabilidade extra.

Por esses motivos, os fundos imobiliários estão se tornando uma das principais escolhas de investimento dos brasileiros, e já são realidade na carteira de investimento dos milionários. .

Se você quer investir em FIIs, mas não sabe quais fundos escolher, temos um artigo que pode te ajudar nisso: Como Analisar Fundos Imobiliários – 10 Indicadores para Escolher seu FII

Ações de empresas sólidas com pagamento de dividendos

Os investimento em ações são vistos como muito arriscados por algumas pessoas. E, de fato, por serem ativos de renda variável, as ações realmente estão sujeitas a maiores variações, o que incorre em riscos maiores para seus investidores. 

Contudo, com um bom planejamento e escolha certa dos seus ativos, os investimentos em ações podem se tornar mais seguros e se transformar em uma fonte de renda passiva para sua carteira.

Entendeu até aqui? Ok, agora vamos explicar como utilizar o mercado de ações para criar renda constante? 

Para isso, você precisa buscar por ações de empresas que sejam sólidas e rentáveis e que distribuam parte dos lucros para seus acionistas em forma de dividendos ou juros sobre capital próprio. 

Não esqueça de analisar, o histórico de pagamento de proventos e periodicidade dos repasses, isso vai te ajudar a montar uma carteira estratégica para garantir recebimentos constantes. 

Foco no longo prazo

Embora os investimentos a curto prazo possam parecer muito tentadores, os investimentos a longo prazo tendem a ser mais seguros e trazer maiores vantagens para você. 

As condições para uma melhor maturação dos investimentos estão no longo prazo. E é lá, onde você vai encontrar as melhores oportunidades, com maior possibilidade de retorno.

Além disso, investindo no longo prazo você também tem ao seu favor os juros compostos. Os juros sobre juros podem fazer seu investimento crescer exponencialmente, gerando maiores retornos. 

Por isso, escolha bons ativos para compor a sua carteira de investimentos e tente não mexer neles por um bom tempo. 

Essa é uma das principais estratégias usadas por Warren Buffett, um dos maiores investidores de todos os tempos e um dos homens mais ricos do mundo.

Claro que você deve acompanhar os resultados dos investimento e fazer alterações se for necessário, mas tente não fazer isso de maneira constante. 

As oscilações constantes do mercado podem causar pânico desnecessário e te levar a tomar decisões precipitadas. 

Por que o investidor milionário opta por renda passiva constante?

Se você já chegou até aqui, ficou fácil entender porque os milionários optam pelo fluxo de renda constante, principalmente oriundo dos investimentos citados acima: ações, títulos de renda fixa e fundos imobiliários. 

Esses investimentos, se realizados com cautela, podem apresentar baixo risco e trazer boa rentabilidade, possibilitando ganhos periódicos sem que seja necessário acompanhar diariamente as movimentações do mercado.

Por isso, esses são os ativos mais usados pelos investidores milionários, e com certeza merecem um pouco da sua atenção. Entretanto, antes de investir,  você fazer uma boa avaliação do seu perfil de investidor e objetivos financeiros. Isso vai te ajudar a montar uma boa estratégia de investimento e escolher os ativos mais adequados para o seu perfil.