Como declarar ações e Fundos Imobiliários no Imposto de Renda 2020

Chegou a hora de declarar seus investimentos, e agora como fazer? 

Essa é uma preocupação muito comum, sobretudo se você está começando a investir e ainda não está acostumado a incluir aplicações financeiras no imposto de renda.

Mas não se preocupe, nesse artigo vamos falar um pouco mais sobre como declarar ações e outros investimentos no imposto de renda 2020.

Declaração do Imposto de Renda 2020

Declarar os ativos mobiliários e seus rendimentos bem como eventuais ganhos de capital é obrigatório para qualquer investidor.

Portanto você deve incluir na sua declaração de imposto de renda todos os rendimentos obtidos com ações e cotas de Fundos imobiliários (FIIs) mesmo que eles sejam isentos ou tributados na fonte.

Tanto a declaração de Bens e Direitos quanto as de Ações e cotas dos FIIs são obrigatórias independente do valor e deve-se utilizar a posição de 31 de Dezembro do ano de exercício

Incluir todos os seus investimentos na sua declaração de IR não é um tarefa tão legal, mas é simples. Vamos te ajudar. 

Como declarar sua posição acionária no Imposto de Renda 2020

Em primeiro lugar vamos te ajudar a declarar sua posição acionária. 

Para fazer isso, busque na a aba “Fichas da declaração” pela ficha “Bens e Direitos” e clique em “Novo” para incluir uma nova posição ou “Editar” para modificar uma posição já lançada.

Em seguida insira:

  • Código: 31 – Ações;
  • Localização (País): 105 – Brasil

Discriminação:

  • Quantidade ações
  • O nome da empresa/ticker papel e CNPJ; 
  • Adicionalmente pode-se especificar a corretora

Situação em 31/12/2018: Se as ações foram adquiridas no ano de 2019 este campo deve ser mantido zerado. 

Agora, se foram adquiridas em anos anteriores a 2020, então o valor do campo deve ser preenchido a partir da declaração anterior.

Situação em 31/12/2019: Preencher com o valor de compra de todas as cotas especificadas. Se foram realizadas mais de uma compra então somar o valor de todas elas.

Os valores especificados devem ser preenchidos usando como referência o preço de custo das ações mais seus custos de operação. 

Dessa maneira, você não deve utilizar nunca a cotação do último dia do ano como sendo a referência. 

Como declarar suas Cotas em Fundos Imobiliários

Para declarar cotas de fundos imobiliários Busque pela ficha “Bens e Direitos” e clique em “Novo” para incluir uma nova posição ou “Editar” para modificar uma posição já lançada.

Em seguida insira:

  • Código: 73 – Fundo de Investimento Imobiliário;
  • Localização (País): 105 – Brasil

Discriminação:

  • Quantidade de cotas
  • O nome do Fundo e CNPJ; 
  • Adicionalmente pode-se especificar a corretora

Situação em 31/12/2018: aqui vale a mesma regra que você usou para declarar posição acionária, se as cotas foram adquiridas no ano de 2019 este campo deve ser mantido zerado. 

Por outro lado, se foram adquiridas em anos anteriores a 2019, então o valor do campo deve ser preenchido a partir da declaração anterior.

Situação em 31/12/2019: Preencher com o valor de compra de todas as cotas especificadas. Se foram realizadas mais de uma compra então você deverá somar o valor de todas elas.

Assim como fez com Ações, você pode acrescentar as despesas das operações no valor total.

Como declarar seus rendimentos 

As ações e os FII’s possuem regras próprias de tributação de seus rendimentos, mesmo assim para ambos os casos você precisa realizar a declaração, até para aqueles com isenção.

Cada tipo de produto tem um modelo que você deverá usar para fazer a declaração de IR. Veja:

Como declarar os dividendos e os Juros sobre Capital Próprio das ações

Em primeiro lugar, você deve saber que existe um diferença básica entre dividendos e JCP relacionado à tributação. 

O dividendos são isentos de Imposto de Renda, enquanto Juros Sobre Capital Próprio (JCP) são tributados na fonte à uma alíquota de 15%

Os valores provenientes desses rendimentos devem ser informados via correio pelas companhias. ]

Caso você não tenha recebido, entre em contato com a área de RI (Relações com Investidores) e solicitar a segunda via do demonstrativo.

Declaração de Dividendos no Imposto de Renda 2020

Para declarar seus dividendos acesse a página da declaração de Receita Federal e siga os seguintes passos:

No programa

  • Procure na página a opção Rendimentos Isentos e Não Tributáveis.
  • Selecione a opção 9 – Lucros e dividendos recebidos pelo titular e pelos dependentes
  • E, por fim, preencha os campos solicitados para concluir sua declaração

Declaração de Juros Sobre Capital Próprio no Imposto de Renda 2020

Os JCP tem sua contribuição recolhida na fonte a uma alíquota de 15%. Dessa forma, o investidor já recebe o montante líquido de impostos.

Mas isso não quer dizer que você não precisa declarar os proventos que recebeu por meio de JCP. 

A parte boa é que fazer isso é muito simples, você só precisa seguir os passos que vamos te falar. 

  • Acesse a página do programa e busque por Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva
  • Em seguida selecione a opção 10 – Lucros e dividendos recebidos pelo titular e pelos dependentes.
  • Por fim, preencha os quadros em branco com as informações solicitadas.

Declaração de Rendimentos de Fundos Imobiliários no IR 2020

Como você deve saber, os proventos recebidos a partir de fundos imobiliários são isentos de imposto de renda para pessoa física, desde que o investidor não detenha mais do que 10% das cotas do fundo. 

Mesmo assim você deve declarar o que recebeu no decorrer do ano. Veja como fazer isso em três passo:

  • A PJ  é isenta desde que não possua 10% ou mais das cotas do Fundo;
  • O fundo precisa ter no mínimo 50 cotistas além de ter suas cotas exclusivamente negociadas em Bolsa ou mercado de balcão organizado.
  • Em primeiro lugar acesse o programa e busque pela opção “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”
  • Já na ficha, selecione a opção 26 – Outros (devido ao fato de não haver esse segmento especificado)

Como declarar os Ganhos de Capital proveniente da venda de ações e cotas de FIIs

Ações e Cotas de FII’s possuem regras próprias (e diferentes) de tributação sobre o ganho de capital com a venda dos títulos.

Algumas das características comuns para esses dois investimentos são:

  • Deve ser calculado o preço médio incluindo os custos operacionais das vendas e compras realizadas;
  • Deve ser calculado o novo preço médio ponderado por cota/ações e um investimento em que o investidor já possua aquele produto;
  • O Imposto de Renda sobre ganho de capital só é devido quando as cotas e ações são vendidas com lucro;
  • Ambos possuem a tributação conhecida como “Dedo-Duro”: As vendas de ações e cotas de FIIs têm IR retido na fonte. Alíquota de 0,005% para operações comuns e 1% para operações day trade. Serve para avisar ao Leão da movimentação.

Tributação:

  • Alienações que totalizam no mês valor acima de R$20.000,00 são tributadas em 15%;
  • No caso de day-trade, a alíquota é de 20% sobre o lucro independente do valor.

Em ambos os casos o recolhimento deve ser feito via DARF.

Como declarar os ganhos isentos em Ações (até R$20 mil mês)

Uma particularidade das ações é que elas possuem isenção de IR para pessoa física desde que respeitado o limite de venda de ações de até R$ 20 mil por mês. 

Essas vendas, no entanto, também devem ser declaradas. Para fazer isso siga os seguintes passos:

  • Acesse o programa e busque por “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”
  • Em seguida, já na ficha, selecione a opção 5 – Ganho de Capital na alienação de bem.

Abaixo visualize como ficará a tela do seu computador.

Como indicar ganhos tributáveis com Ações na Declaração de Imposto de Renda

Ganhos ou perdas em Bolsa devem ser informados no Demonstrativo de Renda Variável – Operações Comuns/Day-trade

O demonstrativo é composto de duas colunas de 12 páginas, sendo que cada uma corresponde a um mês do ano-calendário. As colunas são:

  • Operações Comuns 
  • Operações Day-Trade

Após o preenchimento, o programa, automaticamente, apura o resultado final.

  • Negativo: O programa assume o valor como prejuízo e o transporta para o próximo mês;
  • Positivo:15% para operações comuns e 20% para day-trade, o programa multiplica a base de cálculo pela alíquota e informa o valor do imposto devido.

Como recolher e Declarar Ganho de Capital com venda de Cotas de FIIs

Assim como no caso das ações, para declarar ganhos de capital com cotas de FIIs é necessário calcular o lucro com as vendas e recolher o Imposto de Renda via Darf até o último dia do mês seguinte

Todas as  informações devem constar na Declaração Anual, cada uma em seção própria. Também é preciso declarar os prejuízos para posterior compensação.

Tributação:

O Lucro tributável na Venda de Cotas de FIIs possuem alíquota de 20%, é recolhida mensalmente por DARF com o mesmo código de ações, o 6015.

Conclusão

Fazer a sua declaração do Imposto de Renda é muito importante para evitar qualquer problema com a Receita Federal e pode continuar investindo tranquilamente. 

Embora possa um pouco trabalhoso fazer sua declaração não é uma tarefa impossível e como deu para perceber nesse artigo, você pode fazer isso sozinho. 

Uma boa dica para conseguir fazer tudo de maneira simples e rápida e montar um relatório ao longo do ano com todas as suas aplicações, assim, na hora de declarar seus investimentos no Imposto de Renda, o trabalho vai ser muito menor. 

Agora você já está preparado para declarar seus rendimentos, mas se ficou alguma dúvida deixe sua mensagem. Quem sabe posso te ajudar.