Fundo DI x Tesouro Selic x CDB com Liquidez - Qual o Melhor Investimento de Curto Prazo? | Blog London Capital

Fundo DI x Tesouro Selic x CDB com Liquidez – Qual o Melhor Investimento de Curto Prazo?

By Jonathan Camargo

Quer Aprender a Investir Melhor?

Receba semanalmente dicas exclusivas e ferramentas práticas para ajudá-lo a investir com sabedoria e ganhar dinheiro extra.

Quem está em busca de uma boa rentabilidade para suas aplicações financeiras frequentemente se pergunta qual é o melhor investimento para seu dinheiro. A atual situação econômica, com altas nos juros, valorizou os fundos de renda fixa, que estão com rentabilidade mais atrativa. A dúvida é, entre os investimentos que não sofrem isenção do Imposto de Renda, qual é o mais atrativo para os investidores: CDB, Fundo DI ou Tesouro Direto? Confira as características de ada um deles e veja qual o melhor investimento para você:

O que é CDB?

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um título que as instituições financeiras emitem para conseguirem financiar atividade de crédito. Ou seja, por meio do CDB, o banco pega dinheiro emprestado com pessoas físicas para poder emprestar para outras pessoas físicas. Com os CDBs, o investidor cede determinada quantia para a instituição financeira, por determinado prazo. Após este período, o banco devolve o valor acrescido de determinada taxa de juros (que pode ser pré ou pós-fixada).

O que é Fundo DI?

Os Fundos de Renda Fixa Referenciados são investimentos que têm como característica apresentar rendimentos que acompanham a taxa CDI e Selic. Popular entre pequenos investidores, o Fundo DI, em linhas gerais, rende próximo à taxa básica de juros da economia brasileira. Entre suas vantagens estão o baixo risco e a liquidez diária, o que permite que o investidor saque o dinheiro a qualquer momento.

O que é Tesouro Direto?

Plataforma online para negociar títulos públicos, o Tesouro Direto é aberto para todos os investidores. Só é necessário ter conta corrente em um banco e em uma corretora que seja habilitada para fazer a negociação de títulos públicos. É possível fazer investimentos a partir de R$ 30, o que torna a opção interessante para o pequeno investidor. A liquidez também compensa, o que pode ser uma alternativa para quem precisa do dinheiro em curto prazo.

Qual deles é o melhor investimento?

O melhor investimento é sempre aquele que é mais adequado às suas necessidades.  Quem não tem pressa em tirar o dinheiro e pode manter um investimento de longo prazo pode se beneficiar de um CDB, que oferece boa rentabilidade para quem pode deixar o dinheiro aplicado por, pelo menos, dois anos. O Fundo DI é uma boa opção em curto prazo, mas exige atenção redobrada com a taxa de administração cobrada por bancos e corretoras. O ideal é que ela fique entre 0,5% a 1% ao ano para a rentabilidade valer a pena. O Tesouro Direto é uma opção simples e que pode ser considerada uma alternativa à tradicional poupança. É importante apenas ficar atento à taxa de custódia cobrada para não perder dinheiro.

De forma geral, CDB, Fundo DI e Tesouro Direto são consideradas opções de investimento seguras e ao alcance até mesmo do pequeno investidor. Antes de se decidir por uma das modalidades, só é importante fazer uma pesquisa cuidadosa sobre as taxas cobradas para manter uma rentabilidade interessante. E você, já escolheu em qual opção vai investir? Conte pra gente nos comentários.

Quer Aprender a Investir Melhor?

Receba semanalmente dicas exclusivas e ferramentas práticas para ajudá-lo a investir com sabedoria e ganhar dinheiro extra.

Follow

About the Author

Jonathan B Camargo, Co-Fundador e assessor de investimentos na New York Capital empresa de investimentos que tem como objetivo exclusivo assessorar pessoas físicas de elevado patrimônio, holdings familiares e empresas de participações com alta disponibilidade líquida para investimentos, sempre valorizando a privacidade dos negócios, aliada à solidez da XP INVESTIMENTOS.