6 Investimentos para Aposentadoria Privada - Como e Onde Investir para o Longo Prazo | Blog London Capital

6 Investimentos para Aposentadoria Privada – Como e Onde Investir para o Longo Prazo

By Jonathan Camargo

Invista Melhor | Acumular, Rentabilizar e Proteger

Junte-se aos aos nossos milhares de investidores inteligentes e seja o primeiro a receber as nossas novidades e dicas de como acumular mais recursos, rentabilizar melhor seus investimentos e proteger seu patrimônio.

Quero te convidar a baixar o [EBOOK] Aposentadoria Tranquila. É um PDF para download gratuito que será enviado diretamente para sua caixa de e-mail. Neste ebook você vai poder compreender mais afundo sobre o assunto deste artigo com estratégias e dicas práticas para você usar no dia-a-dia como investidor.

Se você ainda não baixou faça agora, neste link.

 

A reforma da Previdência Social em andamento no Congresso Nacional aumenta a necessidade de não contar apenas com a aposentadoria do INSS para o futuro. Apesar dos sinais de enfraquecimento do projeto em meio às instabilidades na política, ter um plano para garantir renda extra sempre é bom negócio.

Por isso, o ideal é buscar, desde já, o melhor investimento para que a aposentadoria fique garantida.

Dependendo das suas possibilidades e do seu perfil de investidor, há diversas opções para que você conquiste tranquilidade nessa fase importante da vida.

Normalmente, a previdência privada é a primeira aplicação buscada visando aposentadoria. Mas esta dificilmente será a melhor opção para quem busca maior rentabilidade.

O produto previdência privada nada mais é do que um fundo de investimentos com particularidades no que tange tributação e sucessão. Assim, quem quer poupar para o seu futuro não tem que fazer isso necessariamente via previdência privada.

Melhores Investimentos para Aposentadoria para quem tem 30, 40, 50 ou 60 anos

Os melhores investimentos para a aposentadoria dependem do perfil e da idade do investidor. Um jovem em início de carreira, por exemplo, normalmente tem pouco recurso para investir a priori e, com isso, dificilmente conseguiria bons produtos em previdência privada, quanto mais baixo o volume de investimentos, maiores tendem a ser as taxas de administração e taxa de carregamento, quando houver.

Para essas pessoas, ainda seguindo a lógica dos recursos limitados disponíveis, recomenda-se a compra de títulos públicos via Tesouro Direto. Considerando aplicações para aposentadoria, o investidor pode buscar vencimentos mais longos, como o Tesouro IPCA + com vencimentos em 2035, 2045 ou 2050. Neste caso, é importante adequar o vencimento do título ao ano que pretende resgatar o dinheiro de fato. Assim você garante o rendimento exato que foi contratado na hora da aplicação, sem risco de oscilações de preço.

A vantagem destes títulos atrelados à inflação é que, independentemente da inflação que houver no período da aplicação, o seu ganho sempre será real, acima dos índices de preços – portanto, seu poder de compra sempre será mantido.

Quem possui capital mais elevado e, principalmente, perfil mais arrojado, pode buscar alternativas na bolsa de valores ou nos investimentos via fundos de ações. O custo destes produtos normalmente é muito mais baixo do que a taxa de administração que incide sobre os produtos previdenciários. Fundos tradicionais, de renda fixa ou multimercados, acabam tendo uma desvantagem relevante por causa do come-cotas que é o imposto de renda cobrado semestralmente.

Nunca é Tarde para Começar sua Aposentadoria Privada

Uma pessoa com mais idade tem o incentivo da sucessão patrimonial no caso de ter dependentes. Isso pode pesar a favor da previdência privada, lembrando que este é um produto transferido imediatamente aos herdeiros sem entrar em inventário.

Neste caso, é essencial encontrar bons planos e conhecer o produto contratado. Em geral os produtos das companhias independentes, não ligados à rede bancária, são mais atrativos em termos de custo. O caminho mais fácil para encontra-los é nas corretoras que distribuem previdência privada.

Com relação aos formatos, é importante saber a diferença entre regimes regressivo ou progressivo e PGBL ou VGBL. Quem realiza declaração de imposto de renda no modelo completo deve, em geral, optar pelo PGBL, pois assim poderão abater da base de cálculo de imposto até 12% da sua renda tributável. Quem opta pelo modelo simples, deve ficar com o VGBL.

Vale lembrar que o regime regressivo deve ser priorizado por pessoas que iniciam o investimento quando jovens, para o longo prazo, para usufruir da alíquota decrescente. Em contrapartida, quem está fazendo um investimento de curto prazo porque está perto de usufruir do benefício por exemplo, deve optar pelo regime progressivo.

 

Melhores Investimentos para Aposentadoria Privada

Tesouro Direto

Tesouro Direto é um título público em que os investidores “emprestam” dinheiro para o governo e, por essa ação, recebem uma rentabilidade. Para a aposentadoria, o investimento mais indicado é o Tesouro IPCA.

Ele é do tipo pós-fixado e rende de acordo com a soma da taxa de juros pré-fixada e a variação da inflação no período. Com prazos maiores e impedindo a perda de poder de compra, é uma opção muito conveniente para quem está pensando na aposentadoria.

É tributado pelo Imposto de Renda de acordo com a tabela regressiva, ou seja, um tempo maior de investimento significa menos imposto — ponto para a aposentadoria, novamente.

LCI e LCA

As Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e do Agronegócio (LCA) são títulos que têm como lastro recursos aplicados nos setores imobiliário ou do agronegócio, respectivamente. A rentabilidade acontece de acordo com o CDI, um índice de referência para o rendimento da renda fixa.

Em geral, essas letras rendem uma porcentagem desse indicador. Ultimamente, a oferta desses títulos ficou mais restrita, mas eles ainda são uma boa pedida, principalmente se a rentabilidade estiver próxima de 100% do CDI ou mais. Um atrativo extra é a isenção de Imposto de Renda para essas aplicações.

Além de rentável, as LCIs e LCAs são garantidas pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Previdência privada

Investir em previdência privada é outra possibilidade. Nesse caso, dá para fazer um plano oferecida pela sua empresa — se estiver disponível — ou buscar um por conta própria, com uma instituição de confiança.

Você, então, passa a fazer depósitos no valor e na frequência que desejar, de modo a construir patrimônio. Quanto maior o tempo e os aportes, maior é a chance de construir uma reserva robusta.

Preste bastante atenção às taxas. Elas devem estar, no máximo, situadas ao redor de 1%. Se for mais do que isso, você corre o risco de corroer boa parte de seus ganhos.

Assim que chegar ao período definido por você como a aposentadoria, a instituição se encarrega de fazer o pagamento mensal do valor correspondente. Além disso, dependendo do caso, pode servir para gerar descontos no Imposto de Renda.

Imóveis via Fundos Imobiliários

O investimento em imóveis, desde que feito corretamente, pode ser uma ótima possibilidade para os que valorizam segurança e previsibilidade. Comprar imóveis na planta, por exemplo, é um jeito de adquirir bens com bom potencial de valorização.

É possível investir em opções residenciais e/ou comerciais, especialmente para o aluguel ou arrendamento. Assim, gera-se uma renda mensal, que garante tranquilidade na aposentadoria.

Fundos de investimentos

Se você quiser explorar novos terrenos sem correr tantos riscos, os fundos de investimentosão uma boa aposta. Os fundos de investimento em imóveis são mais baratos do que a aquisição de uma sala ou apartamento, enquanto os de ações permitem o acesso a opções avançadas.

Já os fundos de investimento multimercado e cambiais favorecem a diversificação e deixam a carteira mais robusta contra possíveis mudanças no cenário interno.

Os recursos dos fundos de investimentos são administrados por um profissional, que cobra uma taxa de administração por esse trabalho. Busque sempre taxa de no máximo 1%. Sem fazer contas, você corre o risco de pagar muito caro para aplicar em fundos de investimento.

 

Investimentos para Aposentadoria Privada – Como e Onde Investir para o Longo Prazo


A partir de uma avaliação dos seus interesses e objetivos, é possível selecionar o melhor investimento, entre essas opções, para sua aposentadoria. Assim, você tem a certeza de que poderá aproveitar essa fase de descanso.

Quer investimentos que garantam conforto na velhice? Te convidar a baixar o [EBOOK] Aposentadoria Tranquila

Quer Receber Mais Conteúdos Como Este?

Junte-se aos aos nossos milhares de investidores inteligentes e seja o primeiro a receber as nossas novidades e dicas de como acumular mais recursos, rentabilizar melhor seus investimentos e proteger seu patrimônio.

Follow

About the Author

Jonathan B Camargo, Co-Fundador do Blog London Capital e assessor de investimentos na New York Capital empresa de assessoria de investimentos que tem como objetivo exclusivo assessorar pessoas físicas de elevado patrimônio, holdings familiares e empresas de participações com alta disponibilidade líquida para investimentos, sempre valorizando a privacidade dos negócios, aliada à solidez da XP INVESTIMENTOS.