50 Piores Fundos de Investimento que estão DESTRUINDO o Patrimônio de Clientes de Alta Renda | Blog London Capital

50 Piores Fundos de Investimento que estão DESTRUINDO o Patrimônio de Clientes de Alta Renda

ByJonathan Camargo

LISTA VIP | Acumular, Rentabilizar e Proteger

JUNTE-SE AOS MAIS DE 100 MIL INVESTIDORES INTELIGENTES E RECEBA NOSSAS DICAS PARA ACUMULAR MAIS DINHEIRO, RENTABILIZAR MELHOR SEUS INVESTIMENTOS E PROTEGER SEU PATRIMÔNIO.

piores fundos de investimentos para clientes alta renda

Talvez você ainda não tenha recebido estas informações de sua instituição bancária, com os piores fundos de investimento.

Um rearranjo na segmentação de mercado criou uma nova categoria entre os clientes de alta renda, aqueles, até então, considerados VIPs, do inglês, Very Important Person (pessoa muito importante, em tradução livre).

A sigla VIP parece ganhar um novo significado: Very Insignificant Person, ou pessoa muito insignificante, em português.

É a única explicação que consegui encontrar para o fato de que os bancos ofertem Fundos de Investimento tão ruins a um dos seus segmentos mais rentáveis.

Pagando tarifas mensais tão altas, você, cliente VIP – com I de importante e não de insignificante –, merece, no mínimo, produtos de boa rentabilidade.

Mas não é isso o que acontece…

No Brasil, cerca de 5 milhões de pessoas possuem algum tipo de Fundo de Investimento. Desses, 1,5 milhão é do Varejo de Alta Renda.

Esse segmento totaliza R$ 287,5 bilhões em fundos. É muito dinheiro. E boa parte dessa grana está alocada em fundos muito ruins.

Para entender o tamanho do problema, eu e minha equipe estudamos 120 fundos oferecidos para o varejo de alta renda.

 

Antes de seguir lendo este artigo quero te convidar a baixar o [EBOOK] O Guia Completo dos Fundos de Investimentos.

 

É um PDF para download gratuito que será enviado diretamente para sua caixa de e-mail. Neste ebook você vai poder compreender mais afundo sobre o assunto deste artigo com estratégias e dicas práticas para você usar no dia-a-dia como investidor.

 

Se você ainda não baixou faça agora, neste link.

 

O resultado foi pior do que eu imaginava.

E veja, não estou aqui com o intuito de prejudicar a imagem da sua instituição bancária, mas tão somente para alertá-lo sobre o estudo realizado, com base em informações fidedignas fornecidas pelos próprios bancos.

Dos 120 fundos analisados, 67,5% foram classificados como ruins ou péssimos em termos de rentabilidade.

Foram ranqueados como ruins ou péssimos os fundos Multimercados e de Renda Fixa (prefixados, indexados à inflação ou de crédito privado) que apresentaram rentabilidade menor ou igual a 95% do CDI, assim como os fundos DI com retorno menor ou igual a 88% do CDI.

Já os fundos de Ações classificados na mesma posição, renderam 20 pontos percentuais abaixo do Ibovespa.

É muito provável que você tenha dinheiro aplicado em um desses produtos.

 

Os 5 piores fundos para o cliente de alta renda, por categoria e banco

Para te ajudar a escapar dessa cilada, criei um ranking com os cinco piores fundos, em termos de rentabilidade, de três categorias: Renda Fixa, Ações e Multimercados.

 

Os 5 piores Fundos de Renda Fixa

Dentre todas as categorias de fundos de investimento, sem dúvidas, os de Renda Fixa são os mais populares. Concentram 48% do patrimônio total da indústria.

Com os investidores de alta renda não é diferente. Na verdade, a concentração é maior. Do total de R$ 287,5 bilhões investidos por pessoas deste segmento, 87% estão em Renda Fixa.

A taxa de referência de rendimento para este tipo de aplicação também é um percentual do CDI.

Mas parece que, para alguns gestores, renda fixa é sinônimo de renda morta. Esses fundos, em geral, investem em títulos públicos e privados.

E, como tal, têm a obrigação de render mais do que 100% do CDI. Acontece que, pelas taxas de administração altas, você corre o risco de crédito, e os gestores ficam com o retorno adicional.

 

Piores fundos de renda fixa para clientes alta renda

 

piores fundos de renda fixa
Fonte: Quantum Axis

No gráfico acima, vemos a comparação do fundo que menos perdeu para o CDI de dezembro de 2014 até maio de 2017, o Bradesco Prime FIC Renda Fixa Curto Prazo (linha vermelha), com dois fundos recomendados por especialistas em investimentos.

A linha verde representa o Fundo Recomendado sem crédito privado, com menor risco. Como só investe em títulos públicos, ele deve ficar um pouco abaixo do CDI (linha amarela), dada a taxa de administração.

Você pode observar que, mesmo assumindo menos risco, ele é muito mais rentável do que o fundo do Bradesco oferecido para o segmento de alta renda.

Os especialistas também recomenda um fundo que investe em crédito privado. Mas, se é para correr risco, e não ficar somente em títulos públicos, o retorno tem que ser muito superior ao do CDI.

É o que de fato acontece com o Fundo Recomendado com crédito privado (linha azul). Veja a diferença de retorno entre ele, linha azul, e a linha vermelha, que representa o fundo do Bradesco.

Se o investidor tivesse aplicado R$ 100.000,00 em 2014 no Bradesco Prime FIC Renda Fixa Curto Prazo, hoje teria o equivalente a R$ 130.240,00.

Se os mesmos R$ 100.000,00 tivessem sido aplicados no Fundo Recomendado sem crédito privado e de menor risco, indicado por nós, o investidor teria hoje R$ 135.000,00.

Já seriam R$ 4.760,00 a mais na conta.

Agora, se o dinheiro tivesse sido aplicado no Fundo Recomendado com crédito privado e com um pouco mais de risco, o investidor teria em sua conta R$ 142.010,00.

R$ 11.770,00 extras.

Não se esqueça: todos os fundos são de renda fixa. O fundo do Bradesco também possui crédito privado em sua carteira e, mesmo assim, apresentou rentabilidade muito menor.

Observando esses cálculos reais, você, como investidor, preferiria deixar seu dinheiro aplicado em qual desses fundos?

 

Os 5 piores Fundos de Ações

Os fundos de ações têm como benchmark, ou seja, como parâmetro, o rendimento do Ibovespa ou do IBRX.

Veja, na tabela abaixo, fundos que perdem para o índice tanto na comparação de 12 meses quanto na comparação desde sua criação.

No longo prazo, o diferencial de investir em um fundo de ações ativo deve ser potencializado. Afinal, é por isso que você paga uma taxa ao gestor, certo?

Não é o que acontece com os fundos abaixo, a cada ano mais perdendo mais para o Ibovespa ou para o IBRX.

Entretanto, se analisarmos o desempenho dos fundos no longo prazo, desde a sua criação, a comparação negativa é ainda pior.

Piores fundos de ações para clientes alta renda

No próximo gráfico, analisamos o fundo que, dentre os piores, têm o melhor rendimento em relação ao Ibovespa: o Itaú Personnalité Valuation FIC Ações, atual Itau Private Ações Phoenix (linha vermelha).


Fonte: Quantum Axis

Em comparação com um fundo recomendado por nós (linha verde) a diferença é gritante.

De julho de 2011 até maio de 2017, R$ 100.000,00 aplicados no fundo do Itaú teriam se convertido em R$ 88.180,00.

No fundo recomendado, esse valor teria se transformado em R$ 223.030,00.

Simplesmente, R$ 134.850,00 a mais.

 

Os 5 piores Fundos Multimercados

Os fundos multimercados têm, em sua composição, diferentes ativos: papéis de renda fixa, ações, moedas, derivativos e investimentos no exterior.

Essa diversificação dá ao gestor flexibilidade para ajustar os ativos de acordo com o momento econômico e potencializar a rentabilidade.

É claro que nenhum ajuste na carteira é sentido imediatamente. É preciso mensurar o retorno no longo prazo.

Correr riscos em um fundo multimercado – em vez de repousar tranquilamente em um fundo DI barato – só faz sentido se o gestor superar o CDI no longo prazo, certo?

Render mais de 100% do CDI no longo prazo é uma obrigação. Veja os produtos oferecidos a clientes VIP, que, desde a criação, rendem muito abaixo do referencial:

 

Piores fundos multimercados para clientes alta renda

 

Ao investir em um portfólio diversificado e cobrar caro por isso, o gestor do banco proporcionou um resultado pior do que o que seria obtido se o dinheiro tivesse ficado parado em títulos públicos pós-fixados.

Mais uma vez, observe o gráfico comparativo entre o “melhor” fundo dentre os piores Multimercados oferecidos ao varejo de alta renda e o fundo recomendado por especialistas


Fonte: Quantum Axis

Se o cliente VIP do Itaú tivesse aplicado R$ 100.000,00 no Itaú Personnalité Quant 30 FIC Multimercado em setembro de 2011; em maio de 2017 ele teria o equivalente a R$ 165.950,00.

Por outro lado, se tivesse aplicado esse dinheiro no fundo recomendado, o montante atual seria de R$ 236.210,00.

R$ 70.260,00 adicionais.

Se você não aplica em nenhum dos fundos listados, parabéns!

Mas isso não garante que esteja fora do grupo de risco. A lista é muito maior. Nosso estudo identificou, ao todo, 106 fundos ruins que são empacotados como “o achado do século” para os clientes de alta renda.

 

Como saber se seu fundo é ruim?

Você precisa ter acesso a informação de qualidade para saber se seu fundo é ruim.

Não é possível confiar somente nos dados passados pelo gerente do banco.

Aqui no Blog London Capital, maior blog de educação financeira do Brasil, eu sou responsável pelo relatório Os Melhores Fundos de Investimento.

Nesta série, analiso todos os fundos disponíveis no mercado e, a partir de um critério bastante rigoroso, recomendo os que proporcionam os melhores retornos para o investidor.

Na série, não tenho pudores ao apontar o dedo para o que é ruim e indicar o que é bom.

Já fui chamada de “a mulher que desafiou os bancos”, o que me custou uma queixa formal de uma das maiores instituições financeiras do país. Mas não foi suficiente para me calar, porque eu estava certa.

Estou incomodando e continuarei a incomodar, pois meu compromisso é com você.

Não me conformo ao ver grandes instituições venderem gato por lebre ao investidor pessoa física.

Gestores independentes, muito respeitados em todo o mercado, possuem produtos muito mais atrativos, mas que, infelizmente, às vezes, ficam desconhecidos do grande público por um motivo muito simples:

Esses produtos trazem menos retorno para os grandes bancos.

A era do monopólio da informação foi quebrada. E você pode ter acesso a fundos muito rentáveis em Renda Fixa, Ações, Multimercados, Câmbio, Previdência…

Está tudo muito explícito no relatório Os Melhores Fundos de Investimento.

 

Isso mesmo. Quanto vale para você colocar seu dinheiro onde ele realmente terá um retorno digno?

Acho que não tem preço, não é verdade?

Ou seja, você deve conhecer o relatório Os Melhores Fundos de Investimento.

Chega de ficar à mercê dos “controladores” da informação.

Você pode e deve ter o melhor retorno possível com seus investimentos.

Follow

About the Author

Jonathan B Camargo, Co-Fundador do Blog London Capital e assessor de investimentos na New York Capital empresa de assessoria de investimentos que tem como objetivo exclusivo assessorar pessoas físicas de elevado patrimônio, holdings familiares e empresas de participações com alta disponibilidade líquida para investimentos, sempre valorizando a privacidade dos negócios, aliada à solidez da XP INVESTIMENTOS.