Fundos de Investimento - London Capital Investimentos

Fundos de Investimento – O que é e Porque Investir?

By Tatiana Mallmann

Quer Aprender a Investir Melhor?

Receba semanalmente dicas exclusivas e ferramentas práticas para ajudá-lo a investir com sabedoria e ganhar dinheiro extra.

Fundos de Investimento - London Capital - Tablet - Gráficos

O que é e por que investir em Fundos de Investimentos?

Fundo de Investimento é um tipo de aplicação financeira que reúne recursos de um conjunto de investidores (cotistas), permitindo assim investir em uma variada cesta de ativos, em diferentes mercados. Esta carteira pode englobar Títulos de Renda Fixa, Títulos Públicos, Títulos Cambiais, Derivativos, Commodities, Ações, entre outros. Quanto mais diversificado o fundo, menor é o risco.
Todo o dinheiro aplicado no Fundo de Investimento é convertido em cotas. Cada cotista possui um número de cotas proporcional ao valor total de seus investimentos. O valor da cota é atualizado diariamente e o cálculo do saldo do cotista é feito multiplicando o número de cotas adquiridas pelo valor da cota no dia. O patrimônio de um Fundo de Investimento é a soma de todos os recursos aplicados por seus diferentes investidores.

A administração e a gestão do Fundo são realizadas por profissionais capacitados (gestores), sendo o Fundo de Investimento regido por um regulamento. Esta alternativa de investimento apresenta diversas vantagens, em relação a investir individualmente.

Antes de seguir lendo este artigo quero te convidar a baixar o [EBOOK] Fundos de Investimentos. É um PDF para download gratuito que será enviado diretamente para sua caixa de e-mail. Neste ebook você vai poder compreender mais afundo sobre o assunto deste artigo com estratégias e dicas práticas para você usar no dia-a-dia como investidor.

Se você ainda não baixou faça agora, neste link.

Quais são as vantagens de investir em Fundos de Investimentos?

Diversificação

Ao investir em um Fundo de Investimento é possível ter acesso a uma carteira diversificada de ativos, a um valor acessível. Com tantas opções disponíveis no mercado, o investidor pode escolher um fundo para cada objetivo, considerando o risco, o objetivo de rentabilidade e o tempo de aplicação desejado.  O seu assessor de investimentos pode ajudá-lo a encontrar o que atenda melhor às suas necessidades, considerando o risco, o objetivo de rentabilidade e o tempo de aplicação.

Gestão Especializada

Os gestores de Fundos de Investimento são pessoas dedicadas e amplamente capacitadas para a tomada de decisão de investimento, e têm acesso a um grande volume de informações sobre o mercado, condições indispensáveis para uma tomada de decisão mais assertiva.

Liquidez

Grande parte dos Fundos de Investimento oferece uma boa liquidez, ou seja, o cotista pode resgatar suas cotas, parcialmente ou totalmente, com certa rapidez. Vale ressaltar que os prazos de aplicação e resgates variam dependendo do Fundo.

Praticidade

O cotista não precisa acompanhar a liquidez dos ativos que compõem o Fundo de Investimento. O próprio gestor se encarregará disso, comprando, vendendo e acompanhando os ativos que compõem o Fundo.

Serviços

Em um Fundo de Investimento é possível investir em ativos de difícil acesso pelo investidor como, por exemplo, operações estruturadas que buscam proteger seu investimento ou potencializar retornos.

Quais são os profissionais envolvidos em um Fundo de Investimento?

ADMINISTRADOR

Responsável pela constituição dos Fundos de Investimento, pelo seu funcionamento, pelos aspectos jurídicos e pela prestação de informações à CVM, o administrador defende os interesses dos cotistas.

GESTOR

Responsável por acompanhar o mercado e definir a estratégia de montagem da carteira, segundo os objetivos e a política de investimento presentes no regulamento. Busca definir os melhores momentos de compra e venda de ativos financeiros, seleção de papéis e alocação, buscando o maior lucro possível.

CUSTODIANTE

Responsável pela “guarda” dos ativos dos Fundos de Investimento. Responde pelos dados e pelo envio de informações do Fundo aos gestores e administradores. Ou seja, responde pelo registro, liquidação e exercício dos direitos e obrigações dos ativos que compõe a carteira.

DISTRIBUIDOR

Responsável pela venda das cotas de Fundos de Investimento. O papel do distribuidor pode ser desempenhado pelo próprio administrador ou terceiros contratados por ele.

AUDITOR INDEPENDENTE

Responsável por realizar uma auditoria independente, avalia a escrituração contábil do fundo, buscando dar maior credibilidade às informações divulgadas, bem como maior segurança aos cotistas.

Existem custos ao se investir em Fundos de Investimentos?

 

TAXA DE ADMINISTRAÇÃO

Percentual sobre patrimônio do Fundo de Investimento, pago anualmente pelos cotistas, referente à prestação de serviço do gestor, do administrador e das demais instituições presentes na operacionalização do dia a dia. Pode variar de instituição para instituição e de produto para produto. Para saber qual a taxa do fundo, consulte o prospecto, que pode ser encontrado no site do próprio distribuidor.

Para Fundos de Investimento que podem comprar cotas de outros fundos, existe a taxa máxima de administração. Isso porque, ao se investir em outro fundo, o fundo inicial também estará pagando taxa de administração.  Assim, o cliente final deve ter ciência de qual seria a taxa de administração máxima, que pode ser cobrada pelo fundo onde é feita aplicação.

 

TAXA DE PERFORMANCE

Taxa cobrada do cotista semestralmente (desde que prevista em seu regulamento) se a rentabilidade do Fundo superar a de um indicador de referência (benchmark). Tem o objetivo de remunerar uma boa gestão.

A taxa de performance é cobrada do cotista somente quando a rentabilidade do Fundo superar a de seu indicador de referência (benchmark). Esta cobrança é realizada apenas sobre a rentabilidade que ultrapassar o benchmark, e se a rentabilidade for positiva. Caso a performance do Fundo seja negativa, não haverá cobrança da taxa de performance, mesmo se exceder o benchmark.

Exemplo: se um Fundo apresenta taxa de performance de 20% sobre o que exceder a variação do CDI, significa que, se a rentabilidade do fundo ultrapassar essa marca, você ficará com 80% do excedente:

  • Rendimento do Fundo no ano: 15%
  • Variação do CDI no ano: 10%
  • Excedente que incidirá a performance : 5%
  • Taxa de performance ou remuneração “extra” que será paga: 1%

 

TAXA DE SAÍDA

Taxa paga no momento do resgate, sobre o montante total resgatado, caso o cotista queira vender suas cotas com um prazo de liquidação e cotização inferior ao prazo de resgate padrão do fundo. A taxa de saída estará prevista na lâmina e no regulamento de cada fundo, se for aplicável.

 

Neste artigo você pode conhecer um pouco mais sobre os fundos de investimentos, mas ainda de forma simplista, se você quiser conhecer mais sobre os fundos de investimentos acredito que vale a pena conhecer os principais tipos de fundos de investimentos aqui.

 

Aproveita e se inscreve na nossa newsletter e receba todas as novidades do blog e do nosso canal do youtube, vai logo aqui embaixo e põem teu nome e e-mail.

Ah e não esquece de baixar o [EBOOK] Fundos de Investimentos.




Quer Aprender a Investir Melhor?

Receba semanalmente dicas exclusivas e ferramentas práticas para ajudá-lo a investir com sabedoria e ganhar dinheiro extra.

About the Author

Tatiana Mallmann, Co-Fundadora do Blog London Capital, formada em Administração de Empresas, ingressou no mercado financeiro em 2006, acumulando experiência em varejo, planejamento financeiro e seguros corporativos em instituições como Banco do Brasil e Confiança Companhia de Seguros. Especialista em planejamento financeiro, gestão de risco, proteção do ativo humano, blindagem de patrimônio e sucessão empresarial.