Fundo Macro - Multimercado que Rende mais de 300% no Longo Prazo | Blog London Capital

Fundo Macro – Multimercado que Rende mais de 300% no Longo Prazo

By Jonathan Camargo

Invista Melhor | Acumular, Rentabilizar e Proteger

Junte-se aos aos nossos milhares de investidores inteligentes e seja o primeiro a receber as nossas novidades e dicas de como acumular mais recursos, rentabilizar melhor seus investimentos e proteger seu patrimônio.

fundos multimercado macro

Nos últimos anos, os fundos macro ou fundos multimercados macro ganharam popularidade no país. A ampla oferta desses fundos que utilizam várias estratégias de investimentos pode, a princípio, confundir até mesmo os mais experientes investidores.

Vários rankings de rentabilidade, por exemplo, não levam em consideração as diferenças entre os fundos multimercados, o que dificulta ainda mais a vida do investidor.

Por isso, antes de escolher qual estratégia deve compor um portfólio diversificado de investimentos, devemos analisar as diversas modalidades de fundos multimercados disponíveis no mercado brasileiro.

MELHORES FUNDOS DE INVESTIMENTOS
🔶 Clique » http://materiais.londoncapital.com.br/melhores-investimentos-fundos

O que é Fundo Multimercado Macro?

Os Fundos Macro são fundos que buscam obter retornos consistentes acima do CDI através de investimentos baseados em uma profunda análise do cenário macroeconômico local e internacional.

Este tipo de fundo multimercado busca alocacões de médio/longo prazo, assimétricas e de alta convicção, e objetiva capturar retornos em diversos mercados, sem preferência por tipo de ativo e independentemente de direções do mercado. Sendo os principais mercados de renda fixa, juros, câmbio e bolsa de valores.

Este tipo de fundo multimercado macro tem como objetivo alcançar CDI + x% a.a. com uma volatilidade esperada em torno de X% a.a, exemplo alcançar CDI + 5% a.a. com uma volatilidade esperada em torno de 5% a.a.

Dentro da estratégia macro ainda se diferencia por serem de baixa, média ou alta volatilidade para abranger diversos horizontes de investidores.

Os fundos multimercado Macro são considerados boas opções para quem quer ter exposição ao dólar e lucrar com a moeda norte-americana. Diferente dos fundos cambiais, que refletem praticamente toda a alta (ou queda) da moeda, os multimercados operam com diversas estratégias simultâneas e por isso são considerados uma opção mais completa de investimento.

Se em determinado momento os gestores acreditam que o dólar deixou de ser uma boa aposta, eles podem diminuir a exposição comprada na moeda e aumentar em outros mercados, como juros e Bolsa – portanto, se o dólar cair, o fundo muitas vezes não vai ser tão prejudicado.

Estes fundos podem fazer o investimentos apenas no Brasil ou de forma global, sendo as principais gestoras macro no Brasil:

Adam Macro Strategy, com Marcio Appel na gestão da Adam Capital
Fundo Verde, com Luis Stulberg na gestão da Verde Asset

Entre outras gestoras globais e fundos como Western Asset, SPX Capital entre outras, veja mais abaixo.

 

Fundo Macro Vale a pena?

A estratégia mais representativa no mercado brasileiro é a Macro, que concentra cerca de 80% do volume investido em multimercados.

Tais fundos são orientados para a geração de retornos em operações que buscam tendências nos preços dos ativos, com base na avaliação macroeconômica e na dinâmica dos mercados. Utilizam instrumentos de renda variável, renda fixa e câmbio no Brasil e no exterior.

Essa estratégia pode ser dividida em dois subestilos, os fundos ‘Macro trading’ e os ‘Macro carregamento’.

O primeiro engloba os gestores que possuem um horizonte de investimento mais curto na implementação das posições e maior sensibilidade a preços.

No segundo, estão os gestores com um horizonte de investimento mais longo, posições estruturais e foco nas grandes questões macroeconômicas.

Assim, embora classificados na mesma estratégia, um fundo ‘Macro trading’ tem características distintas de um ‘Macro carregamento’ – enquanto no primeiro podemos esperar consistência em períodos mais curtos, no segundo é importante avaliar os resultados em prazos mais longos.

Como Funciona um Fundo Macro?

O processo de investimento se inicia com uma profunda análise do cenário macroeconômico local e internacional e as respectivas interconexões desses mercados.

Após essa análise, os gestores analisam dentre os diversos ativos, aqueles que apresentem a melhor relação risco x retorno na alocacão do portfólio.

Diariamente, os gestores reavaliam a evolução em relação ao cenário originalmente traçado e níveis de preço para rebalancear o portfólio de forma a otimizar o risco x retorno.

Existem dois tipos principais de gestão de fundos macro, veja a seguir:

O gestor top-down inicia seu processo de investimento focando na análise do quadro geral da economia, para depois entender o impacto em cada setor.

A partir daí, decide as estratégias que devem se beneficiar e as que devem ser prejudicadas por tais questões. Em geral, essas posições possuem horizonte de investimento mais longo.

Por outro lado, o gestor bottom-up atribui pouca relevância para questões macroeconômicas de curto prazo. O foco é identificar tendências claras e definidas de longo prazo, separando os ruídos dos sinais e equilibrar o portfólio de maneira eficiente, minimizando volatilidade de curto prazo.

Portanto, a correta escolha da estratégia de investimento seguida pelo fundo multimercado macro é uma etapa fundamental a ser seguida por qualquer investidor antes da aplicação. O mesmo deveria ser considerado por rankings de comparação de retorno. Ambas as situações evitariam eventuais surpresas negativas por parte dos investidores.

Vantagens dos Fundos Multimercado Macro

Os Fundos multimercados macro podem ser não tão conservadores quanto os de renda fixa ou até menos arriscados do que fundos de ações, mas cada um tem seus próprios objetivos e estratégias.

Portanto assim você consegue investir seu dinheiro com vários fatores de risco num mesmo fundo.

As vantagens desse tipo de fundo são, principalmente, por conta da diversificação dos ativos e a alta flexibilidade de alocação em diversos produtos dentro de um único fundo, tornando assim muito atrativo para investidores.

Isso porque, a diversificação de investimentos pode trazer benefícios como liquidez e ganhos acima do mercado, porém tudo depende da estratégia de cada gestor especialista em fundos.

Liquidez

A liquidez dos fundos multimercados macro varia de cada tipo e estratégia tomada pelo gestor do fundo.

Essas informações devem estar sempre indicadas no prospecto e regulamento do fundo.

Custos

Os custos que compõem esse tipo de fundo são semelhantes aos outros tipos de fundos.

Taxa de Administração: o percentual de cobrança vai variar de acordo com o fundo e gestor escolhido, mas geralmente fica entre 1% e 3% a.a, sendo 2% ao ano o mais comum.

Taxa de Performance: sofre cobrança quando o desempenho do fundo supera o índice de referência (benchmark) e remunera a equipe de gestão pelo resultado alcançado. Sendo 20% o valor mais comum.

O principal índice do multimercado macro é o CDI – Certificado de Depósito Interbancário.

Tributação

A tributação incidente nos fundos do mercado são o Imposto de Renda (IR), o “Come Cotas” e o IOF – Imposto sobre Operações Financeiras.

O imposto de renda cobrado segue a tabela regressiva de acordo com o prazo da aplicação.

Os fundos multimercado tem incidência de IR sobre os rendimentos conforme os fundos de renda fixa.

  • – Aplicações até 180 dias: 22,5% (somente sobre os rendimentos)
  • – Aplicações de 181 a 360 dias: 20% (somente sobre os rendimentos)
  • – Aplicações de 361 a 720 dias: 17,5% (somente sobre os rendimentos)
  • – Aplicações acima de 720 dias: 15% (somente sobre os rendimentos)

Como nada são flores, o Imposto de Renda cobrado no resgate também é recolhido antecipadamente no último dia útil dos meses de maio e novembro de cada ano, no sistema de “come-cotas”.

Esse recolhimento é sempre utilizado o menor percentual de imposto incidente em cada tipo de fundo, ou seja, 20% para fundos de curto prazo e 15% para fundos de longo prazo.

Dessa forma, a cada 6 meses, os fundos automaticamente deduzem esse Imposto de Renda dos cotistas, em função do rendimento obtido pelo fundo nesse período.

A redução desse imposto é efetuada em quantidade de cotas, ou seja, calcula-se o número de cotas proporcional ao valor financeiro referente ao IR devido e diminui-se esse número do montante total de cotas que o investidor possui.

Se um investidor quiser resgatar seu capital antes de 30 dias, também é tributado com o IOF, que vai de 96% no primeiro dia de aplicação a 0% no dia 30. Esse tributo não é cobrado após esse tempo em que a aplicação fica alocada no fundo.

Melhores Fundos Multimercado Macro

Abaixo segue uma lista com os principais fundos de investimento Multimercado Macro, para que você possa compara-los.

Truxt Macro FIC FIM
Verde AM Scena FIC FIM
Ibiuna Hedge STH FIC FIM
Bahia AM Maraú FIC de FIM
AZ Quest Multi Max FIC FIM
SPX Nimitz FIC de FIM
Gripen FIC FIM
Bahia AM FIC de FIM
Flag FIC FIM
Ibiuna Hedge FIC FIM
Mauá Macro FIC FIM
Adam XP Macro FIC FIM
Garde D’Artagnan FIC FIM
Absolute Hedge FIC FIM
Canvas Enduro III FIC FIM
Canvas Enduro II FIC FIM
XP Macro FIM
Kinea Chronos Multimercado FIM
Mauá Absoluto FIC FIM
XP Macro Institucional FIC FIM
CSHG Gauss X FIC de FIM

Considerações Finais

O que pode atrair os investidores para esse tipo de fundo, além da diversificação e a flexibilidade de ativos com diferentes ganhos e rendimentos.

Isso faz com que os fundos multimercados macro sejam ideais para quem pretende arriscar um pouco mais para obter uma rentabilidade maior.

Se pretender investir em fundo multimercado macro, leve em conta o histórico do fundo, a liquidez e os ativos presentes que sejam proporcionais aos seus objetivos.

E você, o que achou dos fundos multimercados? Ficou interessado em investir nessa aplicação?

Deixe seus comentários para que possamos conversar e ajudar na montagem da sua carteira de investimentos.

Se curtiu, compartilhe nas suas redes sociais e se quiser continuar acompanhando nosso conteúdo é só clicar abaixo para assinar nossa newsletter.

Quer Receber Mais Conteúdos Como Este?

Junte-se aos aos nossos milhares de investidores inteligentes e seja o primeiro a receber as nossas novidades e dicas de como acumular mais recursos, rentabilizar melhor seus investimentos e proteger seu patrimônio.

Follow

About the Author

Jonathan B Camargo, Co-Fundador do Blog London Capital e assessor de investimentos na New York Capital empresa de assessoria de investimentos que tem como objetivo exclusivo assessorar pessoas físicas de elevado patrimônio, holdings familiares e empresas de participações com alta disponibilidade líquida para investimentos, sempre valorizando a privacidade dos negócios, aliada à solidez da XP INVESTIMENTOS.