Investir em Ações: 8 Sinais de Que Você Está Fazendo Isso Errado

Investir em Ações: 8 Sinais de Que Você Está Fazendo Isso Errado

By Jonathan Camargo | Ações, Opções e Bolsa de Valores

Quer Aprender a Investir Melhor?

Receba semanalmente dicas exclusivas e ferramentas práticas para ajudá-lo a investir com sabedoria e ganhar dinheiro extra.

mar 26
Investir em acoes 8 sinais de que voce esta fazendo errado

Mesmo investidores experientes, em algum momento, já cometeram erros no mercado de ações. Achar que sempre vai lucrar com os investimentos, não pesquisar o suficiente, investir apenas quando o mercado está em alta e não buscar ajuda especializada são alguns dos principais equívocos cometidos na hora de investir.

Conheça os sinais de que você está fazendo errado e veja como investir em ações com mais segurança:

 

Fazer investimentos apenas quando o mercado está promissor

Muitos investidores iniciantes acreditam que só vale a pena investir quando o mercado de ações está aquecido. Se esse é o seu caso, alerta vermelho. Você pode estar cometendo um erro comum. É importante que o investidor entenda que o mercado de ações tem altos e baixos.

Mesmo que o cenário seja de desaquecimento, pode valer a pena comprar ações. Não cometa esse erro encarando os tempos de baixa como uma oportunidade de ouro para investir em ações de empresas sólidas e confiáveis que, no futuro, podem se valorizar.

Querer ganhar dinheiro rapidamente

Não são poucos os investidores iniciantes que acham que vão começar a ganhar dinheiro logo após a primeira compra de ações. No entanto, a pressa não é recomendável para quem quer investir para o resto da vida. Se você está começando no mundo das ações, busque conhecer o mercado antes mesmo de abrir a carteira. Leia, se informe, busque o máximo de informações possível sobre as empresas e sobre o próprio funcionamento do mercado.

Comece devagar, investindo pouco dinheiro e não contando com nenhum tipo de ganho. Quem tem muita pressa para ganhar dinheiro acaba arriscando mais do que deve — o que pode levar a perdas irreparáveis no futuro.

Levar em consideração apenas o que diz o noticiário

Um sinal de que você não está investindo tão bem quanto poderia é quando identifica que o noticiário é sua única fonte de informação. Para se tornar um bom investidor, é importante buscar informações de diversos lugares. O noticiário, por exemplo, não costuma ser a melhor opção. Se fosse, praticamente todos os investidores estariam lucrando e, portanto, satisfeitos com suas escolhas.

Um bom investidor sabe que as notícias do jornal devem ser consideradas, mas é preciso ir além dessas informações e considerar outros pontos essenciais antes de investir em determinadas ações como, por exemplo, os balanços patrimôniais da empresa e/ou os gráficos de oscilação do valor das ações.

Achar que vai lucrar sempre

O mercado de ações tem altos e baixos. Um dia se ganha, outro se perde. Por isso, é importante não cometer o erro de achar que suas escolhas sempre serão acertadas e que o lucro vai acontecer independentemente de qualquer coisa. Para escolher as melhores ações para investir, é importante considerar, além do seu perfil de investidor e objetivos financeiros, os resultados da empresa e as oscilações de seus papéis.

Nesse sentido, é importante entender que, em alguns momentos, a rentabilidade simplesmente não vai acontecer e pode-se perder dinheiro. Quando isso ocorrer, avalie se vale mais a pena vender os papéis e aceitar que teve prejuízo para não perder mais dinheiro ou esperar uma possível recuperação. Para investir, é preciso saber que o mercado de ações oferece risco e não há garantia nenhuma de retorno.

Ter ganância em excesso

Ficar empolgado depois de alguns ganhos no mercado de ações é comum. No entanto, deixar-se levar pelo excesso de otimismo pode fazer com que você dê um passo maior do que as pernas por puro excesso de ganância. Para não se frustrar, é importante entender que quanto mais arriscado um investimento é, maior a possibilidade de ganho — e, também, de perdas.

Apostar mais do que deve pode não só comprometer os ganhos que teve até então, como também seu patrimônio. Não caia nessa armadilha investindo apenas aquilo que pode, com prudência e moderação.

Não contar com a ajuda de um profissional especializado

Muitos investidores iniciantes não têm tempo ou interesse para cuidar pessoalmente dos seus investimentos. Ainda assim, insistem em não contratar um planejador financeiro para ajudar nesse sentido. Não cometa esse erro. Um profissional especializado pode ser a ajuda que você precisa para se certificar que seus investimentos são adequados ao seu perfil e objetivos financeiros.

O planejador pode traçar uma estratégia alinhada ao que você deseja e acompanhar de perto a evolução dos seus investimentos (e do seu patrimônio). O profissional ajuda não só a definir os melhores caminhos, mas também compartilha sua experiência e conhecimento sobre produtos com você, sugerindo aqueles que são mais adequados para aquilo que você procura.

Não planejar

Alguns investidores iniciantes acham que não é necessário nenhum tipo de planejamento para investir em ações. Muito comum, esse erro pode levar a maus resultados e, consequentemente, a perda de dinheiro. Evite esse problema criando uma metodologia de investimentos.

Ao parar de operar de forma aleatória, saberá exatamente o que fazer em caso de perdas, deixando de vender e comprar sob pressão. Ao criar um plano de operação e definir uma estratégia para atingir seus objetivos financeiros, você não se deixa influenciar pelos altos e baixos do mercado, pois sabe exatamente onde quer chegar e o que tem que fazer para chegar lá.

Não acompanhar o desempenho dos seus investimentos

O mercado de ações exige acompanhamento constante. Não basta comprar alguns papéis e simplesmente esquecer que eles existem. Para se tornar um investidor melhor, não só se informe sobre o assunto, como crie o hábito de acompanhar o desempenho das suas ações. Assim, você pode não só se prevenir de eventuais perdas, como também ter ganhos mais significativos ao longo do tempo.

Se algum papel não estiver tendo o desempenho esperado, considere se vale a pena esperar uma eventual recuperação ou se é melhor vender. Por mais que conte com a ajuda de um planejador financeiro, é importante não terceirizar essa responsabilidade. O maior interessado na rentabilidade dos seus investimentos é você.

Aprender a investir em ações leva tempo. Alguns acertos de rota certamente serão necessários nessa trajetória, mas, com essas dicas, a chance de cometer erros básicos será reduzida. Bons investimentos!

Tem mais alguma dica? Deixe nos comentários!

Quer Aprender a Investir Melhor?

Receba semanalmente dicas exclusivas e ferramentas práticas para ajudá-lo a investir com sabedoria e ganhar dinheiro extra.

Follow

About the Author

Jonathan B. Camargo, empreendedor, planejador e educador financeiro, formado em Administração de Empresas, certificado como Agente Autônomo de Investimentos pela CVM (2012), pelo Programa de Qualificação Operacional - PQO, como Profissional Financeiro Ambima Serie 20 – CPA 20. Especialista em investimentos e planejamento financeiro, ingressou no mercado financeiro em 2010, com passagens por instituições como Bradesco (Corporate Bank) e XP Investimentos. Trabalha com o intuito de transferir conhecimento aos seus clientes e ajudar a transformar seus objetivos em realidade.